Sportbuzz
Testeira
Futebol / O QUE?

Jorge Jesus volta a causar em entrevista coletiva do Benfica e disprara: "Blu blu blu"

Jorge Jesus se recusou a responder o questionamento de um dos jornalistas, e deu uma justificativa inusitada

Redação Publicado em 09/08/2021, às 14h20

Jorge Jesus durante entrevista coletiva pelo Benfica - Transmissão Benfica TV
Jorge Jesus durante entrevista coletiva pelo Benfica - Transmissão Benfica TV

Já há algum tempo, Jorge Jesus tinha deixado os holofotes durante as entrevistas coletivas que dava pelo Benfica. Polêmico, o treinador sempre ganhava as atenções pelas respostas ríspidas e inusitadas que dava aos jornalistas.

No entanto, como o técnico não é daqueles que guarda o que pensa, Jorge Jesus voltou a causar durante uma entrevista do clube português, mas desta vez de forma engraçada, por conta de uma resposta nada comum de se ver por parte dos comandantes das equipes.

Nesta segunda-feira, 9, durante uma conversa com os jornalistas na véspera do duelo entre Benfica e Spartak Moscou pela terceira fase eliminatória da Liga dos Campeões, Jorge Jesus foi questionado sobre um gesto que fez durante na vitória do Benfica, pela estreia da equipe no Campeonato Português.

Nessa partida em questão, o treinador português levou o dedo na direção de Rui Pedro Braz, diretor de futebol das Águias, e disse alguma coisa que não foi identificada logo depois do gol de Waldschmidt, o segundo na vitória por 2 a 1.

"Não vou entrar no mérito da sua pergunta. Porque vai chegar um dia que eu faço no banco um 'blublublu' (levando a mão ao rosto) e vocês vão dizer que Jesus fez 'blublublu'... Não vou entrar nisso. Deixem dessas brincadeiras", disse Jorge Jesus sem mostrar um sorriso.

Visivelmente mais preocupado com o que acontece dentro de campo, como venceu a partida de ida por 2 a 0 em Moscou, o Benfica pode perder por até um gol de diferença que se garante nos playoffs da Champions.

Apesar dessa boa vantagem, Jorge Jesus não demonstrou estrar tranquilo com a situação, e reclamou da pressão que ainda sofre no comando do futebol português.

"Poderia dizer que não tenho nada para provar, porque o meu currículo diz (muito) dentro e fora do Benfica. Mas o treinador tem de provar todos os dias, tenha ele o passado que tiver. Todos os dias tem de provar a sua qualidade", indicou o treinador.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!