Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Futebol / EITA!

Jogadores do Talleres são detidos por desacato após perder para o São Paulo

Dois atletas do Talleres passaram por audiência no Jecrim do Morumbis e foram liberados após pagamento de multa; valor é revertido para vítimas no RS

Redação Publicado em 30/05/2024, às 19h21

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
São Paulo contra o Talleres - Rubens Chiri/ Paulo Pinto/ São Paulo/ Flickr
São Paulo contra o Talleres - Rubens Chiri/ Paulo Pinto/ São Paulo/ Flickr

A noite não terminou nada feliz para o volante Portilla e para o goleiro reserva Morales, do Talleres, da Argentina, na última quarta-feira, 29. Após perderem por 2 a 0 para o São Paulo, rendendo a liderança do Grupo B da Libertadores para o tricolor, os dois jogadores do clube argentino foram parar na Polícia por desacato.

Os dois passaram por uma audiência ainda na madrugada desta quinta-feira, 30, no Jecrim (Juizado Especial Cível e Criminal) localizado no Morumbis e foram liberados depois do acordo para o pagamento de uma multa de R$ 10 mil para cada um. “No intervalo da partida, houve o início de uma confusão em razão da não marcação de um pênalti para a equipe do Talleres. Os atletas foram reclamar com a arbitragem. Como ocorre sempre aqui, a Polícia Militar fez uma proteção para o árbitro. Vocês notam que o árbitro foi um pouco para trás, os policiais fizeram a barreira com os escudos, e o goleiro passou a reclamar que o escudo teria encostado nele. As equipes foram para o vestiário, desceram no túnel, houve mais discussão. Mas até então tudo tranquilo, coisas do futebol, da partida que ainda não tinha se decidido”, afirmou o delegado Cesar Saad, que confirmou que os valores serão revertidos para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul.

“No final da partida, logo após o apito final, o goleiro reserva passou pelo trio de policiais que faziam a escolta da arbitragem, os mesmos que haviam estado ali no intervalo, e proferiu xingamentos a eles. Isso foi testemunhado por outros policiais e por outras pessoas. No campo, outro atleta também xingou os policiais. Eles foram detidos ainda no vestiário, foram encaminhados para o Jecrim. Estão sendo autuados e vão passar por audiência para serem liberados”, completou o delegado.

Logo após o apito final da primeira etapa, Morales foi atingido por um escudo de um policial que cercava o árbitro Jhon Ospina, causando uma revolta em Guido Herrera, arqueiro titular do Tallerres, começando uma confusão. A irritação começou quando o colombiano ignorou um pênalti de Luciano em cima de Ramón Sosa.