Sportbuzz
Testeira
Futebol / LAMENTÁVEL!

Jogadores do Napoli denunciam racismo por parte de torcedores da Fiorentina: "Me chamaram de macaco fodi**"

Depois do acontecido com os atletas do Napoli, a federação italiana abriu investigações sobre o caso

Redação Publicado em 04/10/2021, às 11h45

Kalidou Koulibaly, jogador do Napoli em campo - GettyImages
Kalidou Koulibaly, jogador do Napoli em campo - GettyImages

Depois da partida entre Napoli e Fiorentina, pelo Campeonato Italiano, que aconteceu neste domingo, 3, o zagueiro da Gli Azzurri, Kalidou Koulibaly contou que sofreu racismo vindo de um grupo de torcedores da La Viola.

O jornal italiano "Gazzetta dello Sport" publicou que Victor Osimhen e Andre-Frank Zambo Anguissa também foram alvos de injúria racial depois da derrota para o Napoli, líder da Série A do Campeonato Italiano.

"Me chamaram de 'macaco fodi**'... Esses assuntos não têm nada a ver com esporte. (Esses indivíduos) devem ser identificados e mantidos fora dos estádios para sempre", denunciou Koulibaly.

O jogador utilizou suas contas no Twitter e no Instagram para falar sobre o assunto, e ainda adicionou uma hashtag com a frase "Não ao racismo".

Já o atacante nigeriano Osimhen divulgou um comunicado em suas redes sociais, que foi retuitado pela conta oficial do Napoli.

"Fale com seus filhos, seus pais, faça-os entender como é nojento odiar um indivíduo por causa da cor de sua pele. NÃO AO RACISMO", escreveu o jogador.

Por conta do acontecido, a Federação Italiana de Futebol (FIGC) abriu uma investigação sobre o caso.

"O Ministério Público Federal, tendo obtido os relatórios de seus fiscais e ouvido o jogador, abriu uma investigação. Nas próximas horas, uma investigação mais aprofundada será realizada, obtendo-se os documentos relevantes da Sede da Polícia de Florença", escreveu o MP.

Nesta segunda-feira, 4, a Fiorentina foi se pronunciar sobre o caso nas redes sociais, condenando a atitude de seus torcedores.

"A Fiorentina expressa a mais firme e dura condenação pelos episódios de racismo ocorridos ontem durante a partida contra o Napoli", escreveu o clube.

O gerente de futebol do time, Joe Barone, também pediu desculpas.

"A Fiorentina já colocou à disposição da polícia todas as imagens de vídeo e todas as ferramentas em seu poder para que os culpados desses cantos indizíveis sejam identificados. Uma vez que as instituições responsáveis tenham identificado os culpados, caberá à própria Fiorentina proibir o acesso ao estádio, esperando o mesmo compromisso de todos os clubes, bem como a aplicação das regras que devem ser sempre as mesmas para todos", falou.

Já Dario Nardella, prefeito de Florença, divulgou um comunicado condenando os atos.

"Em nome de Florença, peço desculpas. Quem ontem ofendeu os jogadores do Napoli no estádio não representa a cidade e não representa a Fiorentina", escreveu no Twitter.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!