Sportbuzz
Testeira
Futebol / ALFINETOU!

Herói do Internacional, Taison cutuca Grêmio: "A bola pune"

Taison fez o gol da vitória do Internacional sobre o Grêmio na última rodada do Brasileirão

Redação Publicado em 08/11/2021, às 16h15 - Atualizado às 16h32

Taison aproveitou para dar uma alfinetada no Grêmio - GettyImages
Taison aproveitou para dar uma alfinetada no Grêmio - GettyImages

No último sábado, 6, o clima esquentou no estádio Beira-Rio e o Internacional venceu o Grêmio no Campeonato Brasileiro. Com um gol de Taison, o Colorado saiu do Gre-Nal com uma vitória de 1 a 0, além de ter empurrado o Tricolor para ainda mais perto da série B do Brasileirão de 2022. 

CONFIRA A FESTA DO INTERNACIONAL NO VESTIÁRIO!

 

O clássico entre Internacional e Grêmio também foi marcado por uma série de provocações ao final da partida e uma grande confusão. Em entrevista para o programa "Jogo Aberto", Taison abriu o jogo sobre as provocações entre os dois rivais e relembrou as alfinetadas tricolores nas últimas edições do Gre-Nal. 

O camisa 10, que foi responsável pela vitória do Internacional contra o Grêmio, aproveitou para valorizar o resultado e também alfinetar os adversários. De acordo com Taison, "a bola pune" no futebol e, depois de tantos momentos positivos para o lado do Tricolor, chegou o momento dos Colorados comemorarem a vitória no clássico. 

Nos últimos anos acompanhando de fora vi muitas coisas do outro lado. Vi quando eles ganharam o jogo e fizeram um minuto de silêncio dentro de nossa casa, vi quando pegaram caixão, quando zoaram... A bola pune. Uma hora vai virar. E isso aconteceu agora no Gre-Nal. Entendo muito esse clássico, vivi isso muitos anos, a gente sabe como fica Porto Alegre esta semana... Foi difícil de dormir. Fiquei pensando só no clássico. Foi tudo perfeito. Gol, uma vitória e um resultado que deixa a gente vivo na nossa briga pela Libertadores”, afirmou. 

Taison ainda completou analisando toda a confusão no clássico: “Falei bastante com ele. Falei que um tempo atrás depois do Gauchão fizeram samba ao vivo, rimaram, colocaram nome do Yuri na letra... E a gente foi e trabalhou. A gente teria uma oportunidade. Futebol é rapidinho. Quando vi o Cortez correndo eu pensei: ‘mano, o que vai acontecer? Tem muita gente assistindo. Vai ter outro quebra pau'. Fica feio pra imagem do clássico”.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!