Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » EITA!

Ídolo e campeão do mundo com o Corinthians dispara contra Andrés Sanchez: "Pelo clube, eu faço, por ele não"

Craque ainda recordou o motivo que entrou com uma ação contra o clube e pediu desculpas aos torcedores

Pedro Ungheria Publicado em 09/05/2020, às 08h55

Chicão fez questão de deixar claro o motivo que entrou com uma ação contra o Timão
Chicão fez questão de deixar claro o motivo que entrou com uma ação contra o Timão - GettyImages

Ídolo do Corinthians na última geração, Chicão bateu um papo com o pessoal do Expediente Futebol na última sexta-feira, 8. Sempre muito direto e reto ele comentou sobre diversos assuntos, entre eles, fez questão de falar um pouco sobre o motivo que fez com que entrasse com uma ação contra o clube em que escreveu história e também dissertou um pouco sobre a sua relação com o atual presidente alvinegro, Andrés Sanchez.

Sobre o mandatário, Chicão disse que não guarda nenhum tipo de mágoa do profissional, muito pelo contrário, guarda um carinho mais do que especial, por tudo que eles vivenciaram juntos. Mas, ainda assim, ficou sentido pela forma com que Andrés tratou a situação dele ter entrado com uma ação contra o Corinthians. Por isso, disparou dizendo que concordava com Alexandre Pato, que em uma entrevista no Aqui com Benja, falou que nem tudo que o mandatário diz, é verdade.

“Faço das palavras do (Alexandre) Pato, que ele disse há um tempo atrás, que nem tudo o que ele (Andrés) fala é verdade. Eu nunca tive nada com ele, se eu tivesse, falaria agora. Nunca tive desavença com ele, mas tenho certeza que ele lembrou dessa ação e falou aquilo. Não tenho nada contra, não guardo mágoa, mas é um cara que não tenho um carinho especial. Se é para fazer alguma coisa pelo clube, eu faço, por ele não", disse ele. 

Quanto a ação mencionada acima, Chicão entrou com um pedido junto do Tribunal Superior do Trabalho, onde cobrou um valor referente ao pagamento dos direitos de arena, no período em que esteve no Parque São Jorge, entre os anos de 2008 e 2013.

Segundo o ex-zagueiro, a tentativa de resolver na conversa não teve sucesso, por isso, precisou tomar esta atitude. Diferente do Flamengo, que teve total consideração por ele e resolveu a situação dentro das suas reais condições, na ocasião.

"Deixar claro ao torcedor que eu entrei com direito de arena, não de adicional noturno, não de jogos no final de semana. Isso daí eu jamais entaria porque, quando assinei o contrato, sabia que era isso que iria fazer. Queria entender por que eu recebi 5%, para onde foram parar os outros 15%, esse dinheiro é do atleta. Isso, por lei, é do atleta, e a gente precisa saber onde está esse dinheiro. Já procurei pessoas do clube para conversar sobre isso, e não deram atenção, não falaram nada. Fui procurar os meus direitos”, explicou o craque.

Com a camisa do Timão, Chicão foi um dos personagens principais das conquistas expressivas de 2012, quando ostentava a faixa de capitão. Considerado um ‘xerife’ por muitos, ele ficou responsável por comandar a zaga do clube tanto na Libertadores, quanto no Mundial de Clubes.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!