Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Futebol / EITA!

Hulk destaca derrota 'inadmissível' e detona atuação da arbitragem

Hulk não gostou nada da forma como o árbitro Leandro Pedro Vuaden conduziu o confronto que terminou com a derrota por 5 a 3 do Galo no Maracanã

Redação Publicado em 09/06/2022, às 07h20

Hulk, jogador do Atlético-MG - GettyImages
Hulk, jogador do Atlético-MG - GettyImages

Hulk mais uma vez marcou pelo Atlético-MG, mas não foi o suficiente. Na noite desta quarta-feira, 9, o sistema defensivo do Galo viveu momentos tensos na goleada por 5 a 3 para o Fluminense, pelo Brasileirão. Para se ter uma ideia, fazia 11 anos que o clube mineiro não levava cinco gols em uma partida, o que foi definido pelo craque como "inaceitável" e "inadmissível".

"Muitas coisas precisam ser concertadas e alinhadas. Não é normal num jogo tão grande como esse tomar cinco gols. Quando falo isso não é culpando nossa defesa, mas o coletivo geral. Começando por mim ali na frente. Nós não podemos tomar cinco gols. Isso é inadmissível. Mas futebol é isso, temos que viver pra aprender", disse antes de completar.

Canal - SportBuzz

"E os inteligentes são aqueles que aprendem com os erros. Temos que dar a volta, pra que isso não aconteça mais. Tomar cinco gols é inaceitável", contou Hulk, que apesar de apontar os problemas no time do Atlético-MG em si, também detonou a atuação da arbitragem, especialmente de Leandro Pedro Vuaden.

Ainda durante a entrevista, Hulk reconheceu os méritos do Fluminense para construir a goleada dentro de casa, mas reforçou que em sua opinião, o árbitro, mesmo que sendo bastante "experiente" nesse mundo, acabou errando na forma como conduziu algumas situações do jogo, especialmente as faltas que não eram marcadas para o Galo.

Hulk em campo comemorando o gol pelo Atlético-MG
Hulk em campo comemorando o gol pelo Atlético-MG (Crédito: GettyImages)


"O que me chama atenção é um árbitro como o Vuaden, tão experiente... Falei pra ele: 'professor, vc é um cara experiente, tem que ter controle do jogo.'. Não é normal o André, o Otávio faz a falta nele e leva uma peitada do André. Qualquer lugar no mundo isso é amarelo, seria o segundo dele",
disse o jogador.

"A falta em mim ali, quando estava 3 a 3. Eu ia isolar, o Braz faz a falta em mim. Falei: 'como você não dá uma falta dessa, professor? Pelo amor de Deus.' Ele vira e fala que se fosse falta, o VAR chamava ele. O VAR não interfere em falta, só em situação de gol ou expulsão. A bola foi fora da área, foi falta. Não deu porque não quis. Aí vem justificar dizendo que o VAR chamava... Pelo amor de Deus. Fiquei sem entender", completou.

Próximo compromisso

O que mais deixa os jogadores e os torcedores do Atlético-MG revoltados com a atuação é que o time acabou perdendo a chance de dormir na liderança do Brasileirão. Por conta disso, caíram para a quarta posição na tabela, atrás de Corinthians, Athletico-PR e Palmeiras. Agora, o Galo volta a campo no próximo sábado, 11, mas desta vez em casa, contra o Santos.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!