Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » POLÊMICA!

Gustavo Henrique critica desvalorização no Santos e diretoria comenta: “Erro de planejamento”

Zagueiro mostrou que tem interesse de deixar o alvinegro para atuar na Europa

Pedro Ungheria Publicado em 16/10/2019, às 16h06

Zagueiro do Santos surpreendeu a todos com as declarações
Zagueiro do Santos surpreendeu a todos com as declarações - GettyImages

Nesta quarta-feira, 16, Gustavo Henrique foi o escolhido para a entrevista coletiva desta manhã, após os treinos no Centro de Treinamento Rei Pelé. Enquanto todos imaginavam um bate-papo sobre a possível busca de título do Santos, o zagueiro foi para outro rumo e comentou sobre sua situação contratual com o alvinegro praiano.

Descontente com algumas coisas, o defensor, que tem contrato até o final de janeiro de 2020, já pode assinar um pré-contrato, que faria com que ele deixasse o Peixe sem nenhum tipo de custo. Esfriando a possibilidade de seguir no clube, Gustavo deixou claro que tem interesse em atuar na Europa.

“Sobre o contrato, vim para esclarecer algumas coisas. No final do ano passado, estava querendo renovar e não obtive respostas, comecei o ano na incerteza sobre ficar. Muitos sabem que eu não estava nos planos do Sampaoli. Coloquei na minha cabeça que tinha condição de jogar aqui e com Sampaoli. Tivemos final de ano ruim, talvez ele deve ter visto nossos vídeos, meus e de outros jogadores fora dos planos. Trabalhei duro, fizemos Campeonato Paulista bom, fui um dos melhores zagueiros”, disse ele.

Ainda no assunto, o jovem reforçou que sentiu uma espécie de diferença por parte da diretoria, que pensou até mesmo em seu afastamento, o que fez com que ele questionasse o real valor que o clube oferece aos jogadores que surgem nas bases dos Meninos da Vila.

“Coisas foram passando, não fui chamado ou procurado, isso foi alimentando outras coisas na minha cabeça. Achei que minha história teria acabado e só aí tive proposta de renovação. Tenho carinho enorme, gratidão eterna. Tenho gratidão pela torcida e clube que me formou. Tive lesões que me atrapalharam muito, clube sempre me apoiou, esteve do meu lado. Se eu continuar aqui ou não continuar, vou ser sempre grato. É quem me formou, o carinho é enorme”, pontuou Gustavo.

Após todo o alvoroço causado, Paulo Autuori, diretor de futebol do Santos não teve papas na língua para dissertar sobre a situação. Evitando maiores rumores, ele disse que enquanto estiver com seu cargo no Santos, o defensor terá suas oportunidades.

“Se (o jogador) não tiver continuidade (em um novo contrato) foi por erro de planejamento do clube. Se querem afastar o Gustavo, me afastem primeiro. Enquanto estou aqui, ele joga”, completou Autuori, que deixou a sala sem responder a perguntas.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!