Sportbuzz
Testeira
Futebol / INSATISFEITO

Guardiola reclama de atuação do City mesmo após goleada e recorde

Sob o comando de Guardiola, o City conseguiu chegar a 34 vitórias conquistadas na Premier League no mesmo ano, além de atualmente ser o líder do campeonato

Redação Publicado em 20/12/2021, às 08h56

Guardiola, treinador do City - GettyImages
Guardiola, treinador do City - GettyImages

Depois de continuar sendo o líder da Premier League, com 44 pontos conquistados, três a mais que o segundo colocado, o Liverpool, o City ainda conseguiu levar para casa o recorde de 34 vitórias na competição no mesmo ano. Apesar disso, e de ter goleado o Newcastle por 4 a 0 neste domingo, 19, a atuação da equipe não agradou aos olhos de Guardiola.

Após o confronto, Guardiola contou na entrevista coletiva que ainda que o resultado tenha sido "excepcional", sua equipe não teve uma boa atuação, especialmente no primeiro tempo. Na observação do treinador, o resultado só foi satisfatório aos olhos dos números porque o time teve sorte de conseguir sair com o placar elástico.

 

Canal - SportBuzz

"Um resultado excepcional. E um desempenho nada bom, especialmente no primeiro tempo. Tivemos sorte", analisou o treinador.
"Um gol que marcamos no começo do jogo, com o zagueiro do Newcastle totalmente confuso. E no segundo gol, a ação do João Cancelo foi brilhante, mas a maneira como jogamos no primeiro tempo, foi uma das mais pobres da temporada. Temos que ser um time melhor. Os jogadores não estavam focando completamente, e o segundo tempo foi muito melhor", completou.

Ainda sobre o assunto, para Guardiola, as 34 vitórias conquistadas no ano de 2021, que inclusive conseguiram superar a marca atingida pelo Liverpool em 1982, é apenas um reflexo da consistência do City nos confrontos até aqui, mas que sua preferência continua sendo conquistar mais e mais títulos.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Manchester City (@mancity)

 

"Prefiro ganhar os títulos, mas quando você quebra um recorde de muito tempo atrás, é porque nós somos consistentes. É ganhar jogos, ganhar jogos e ganhar jogos. Este é o mais precioso valor que esta equipe tem", contou.

O problema está no calendário

No início deste mês, o comandante do City reclamou veemente durante entrevista coletiva sobre o pesado calendário do futebol inglês. Para se ter uma ideia, a equipe de Guardiola vai ter que encarar uma maratona de cinco jogos válidos pela Premier League até o dia 29 de dezembro. A grande preocupação do treinador é com as possíveis lesões.

Jogadores do City, time comandado por Guardiola, comemorando o gol na Premier League (Crédito: GettyImages)

 

Na coletiva antes do confronto contra o Wolverhampton, que aconteceu no dia 11 de dezembro, o treinador falou da sua insatisfação com o pouco tempo para a recuperação de todo o elenco, torcendo para que não perdesse jogadores por conta da grande exigência que estão enfrentando com os compromissos da liga.

"Minhas palavras não vão mudar nada. Quando você tem apenas dois dias de descanso, não há tempo para os jogadores se recuperarem. Discutimos todos os anos e nada muda, rezamos para que os jogadores não se machuquem. Os jogadores estendem seus limites o máximo possível", falou na oportunidade.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!