Sportbuzz
Testeira
Futebol / MANCHESTER CITY

Guardiola fala sobre Ferran Torres: “Deve ir embora se não está feliz”

Técnico do Manchester City, Pep Guardiola diz que não vai se opor a saída de Ferran Torres para o Barcelona: “Não somos um clube onde presidentes e CEOs dizem não”

Redação Publicado em 23/12/2021, às 14h37

Guardiola fala sobre Ferran Torres: “Deve ir embora se não está feliz” - GettyImages
Guardiola fala sobre Ferran Torres: “Deve ir embora se não está feliz” - GettyImages

O técnico Pep Guardiola comentou a provável saída de Ferran Torres do Manchester City para o Barcelona. Em coletiva nesta quinta-feira, 23, o treinador afirmou que não segura ninguém e destacou que se a situação dentro do time não agrada ao meia-atacante, ele deve sair. Ontem, veículos da Inglaterra e da Espanha cravaram o acordo entre o Barça e o espanhol de 21 anos, por 45 milhões de euros (cerca R$ 290 milhões).

“Desejo a felicidade dos meus jogadores. Se você não está feliz, você deve ir embora. Não somos um clube onde presidentes e CEOs dizem não, você tem que ficar. Os jogadores e clubes têm que concordar, isso é negócio. Mas se o jogador quiser ir embora, ele vai”, disse Guardiola.

 

Canal SportBuzz:

Ferran Torres chegou ao Manchester City em agosto de 2020, em contratação junto ao Valencia, a pedido do próprio Guardiola. No clube inglês, são 43 jogos e 16 gols marcados. O meia-atacante ainda soma passagens pela Seleção Espanhola, onde atuou 22 partidas e balançou as redes em 12 oportunidades.

O espanhol, que tem surpreendido no Manchester City e na seleção nacional, tem tudo para seguir de volta ao seu país natal e reforçar o Barcelona, que vem se reforçando aos poucos depois de passar por uma das maiores crises de sua história.

Guardiola fala sobre Ferran Torres: “Deve ir embora se não está feliz” (Crédito: GettyImages)

 

Partidas adidas da Premier League

Nas últimas três rodadas do Campeonato Inglês, a liga adiou dez partidas ao todo por conta de surtos de Covid-19 no Reino Unido, que afetou diretamente os clubes da Premier League. Uma nova reunião nesta quinta-feira vai discutir se a competição nacional seguirá diante do aumento de casos no Reino Unido.

“Devemos ter cuidado, estar atentos a este tipo de coisa e proteger-nos a nós e às outras pessoas. A nova variante está aqui e os casos estão aumentando. O futebol não é uma exceção. O que quer que a Premier League decida, nós apoiaremos”, declarou o técnico.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!