Sportbuzz
Testeira
Futebol / COMPLICADO

Grêmio pode ser denunciado pela Procuradoria do STJD por invasão da torcida

Por conta da invasão dos torcedores no gramado depois de uma nova derrota, e a vandalização do VAR, o Grêmio pode ser punido com perda de mando de campo

Redação Publicado em 01/11/2021, às 07h23

Torcida do Grêmio reunida na chegada do ônibus - Lucas Uebel / Grêmio FBPA / Flickr
Torcida do Grêmio reunida na chegada do ônibus - Lucas Uebel / Grêmio FBPA / Flickr

A invasão de campo por parte dos torcedores do Grêmio, neste domingo, 31, depois da derrota da equipe por 3 a 1 para o Palmeiras pode render uma punição para a equipe Tricolor. De acordo com informações do site "Globo Esporte", que entrou em contato com a Procuradoria do STJD, o time gaúcho pode acabar perdendo mando de campo por conta da situação.

A publicação destaca que a Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) ainda vai analisar as imagens do momento da invasão da torcida do Grêmio ao gramado da Arena, e também de todo o vandalismo que aconteceu, mas a tendência é que o clube gaúcho não consiga escapar da denúncia e de uma possível punição.

O procurador-geral do STJD, Ronaldo Botelho Piacente disse à publicação que viu as imagens e que o caso se enquadra no artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que trata de "invasão de campo". Para esse caso, a pena prevista é de multa de até R$ 100 mil e perda de mando de uma até 10 partidas.

"A questão da perda de mando de campo só é dada quando levada em conta a gravidade nos fatos. Nesse caso óbvio que houve gravidade. Há uma tendência. A Procuradoria vai denunciar. Pretende que o Grêmio seja punido com perda do mando de campo, mas obviamente que eu faço a denúncia e o julgamento cabe aos auditores", indicou o procurador.

"Nesse caso óbvio que houve gravidade. A Procuradoria vai denunciar. Pretende que o Grêmio seja punido com perda do mando de campo", completou.

No apito final do confronto entre Grêmio e Palmeiras, um grupo de torcedores do Tricolor invadiu o gramado, depredou a cabine do VAR, além de outros equipamentos de transmissão e por pouco não invadiu o túnel de acesso aos vestiários, onde estavam os jogadores. Pelas pessoas presentes no local, ainda há relatos de agressões a fotógrafos e outros profissionais de imprensa.

Além disso, os torcedores também foram até acesso do estacionamento do estádio e houve um novo confronto com a Brigada Militar. Depois da confusão, vários deles foram levados ao Juizado Especial Criminal (Jecrim) da Arena. Segundo o procurador do STDJD, o Grêmio ainda pode acabar sendo denunciado por outras infrações.

Ronaldo Botelho Piacente ainda informou que casos como este costumam ser julgados no decorrer do campeonato, mas se por um caso isso não seja possível, a pena pode ser cumprida no campeonato seguinte, mas somente em caso de condenação do time.

Ocupando a vice-lanterna, e na luta contra o rebaixamento, o Grêmio tem mais cinco jogos em casa para disputar até o fim do Brasileirão, sendo contra Fluminense, Bragantino, São Paulo, Atlético-MG e Flamengo.


 

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!