Sportbuzz
Testeira
Futebol / SERÁ?

Grêmio espera por resposta da CBF, mas volta atrás e diz que vai jogar contra o Flamengo; saiba mais!

Grêmio consultou a CBF, mas deve entrar em campo diante do Flamengo para evitar punição

Redação Publicado em 12/09/2021, às 18h36

Grêmio diz que mesmo com consulta na CBF, vai jogar contra o Flamengo - GettyImages
Grêmio diz que mesmo com consulta na CBF, vai jogar contra o Flamengo - GettyImages

Depois de falar que não ia jogar contra o Flamengo caso o Maracanã estivesse com público, o Grêmio repensou, e mesmo tendo entrado em contato com a CBF, afirmou que vai entrar em campo na próxima quarta-feira, 15, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil.

Apesar disso, na última semana, o Grêmio enviou um ofício à CBF e pediu uma posição oficial da entidade sobre a venda de ingressos para que o público pudesse estar presente na partida.

O clube gaúcho está questionando a presença de público no jogo da volta, já que não houve torcida na primeira partida, em sua Arena, em Porto Alegre.

Quando perguntado sobre o assunto depois da vitória deste domingo, 12, sobre o Ceará, Felipão disse que vai preparar o time para jogar, mesmo com as polêmicas dos bastidores. Para isso, o clube já tem toda a logística da viagem ao Rio de Janeiro definida desde a semana passada.

"A nossa parte é jogar futebol. Nossa parte nós vamos fazer. Vamos ao Rio jogar independente do que ocorrer em relação ao Flamengo, torcida, coronavírus, uma série de detalhes. Nós vamos fazer o nosso trabalho. Provavelmente, acredito que 100%, o Grêmio entrará em campo e faremos um jogo normal. Independente de liminar, se tem público ou não tem público. Isso aí no vestiário não entra", disse Felipão.

Segundo informações do site "Globo Esporte", o Grêmio estaria alegando falta de isonomia, e cita o protocolo estabelecido pela própria CBF para o retorno de público aos estádios.

Se for levar em consideração o documento, a presença de torcida em jogos de mata-mata só seria permitida caso os dois clubes pudessem contar com autorização do poder público para receber torcedores.

Sendo assim, de acordo com o vice de futebol Marcos Hermann, a direção do clube espera pela resposta da CBF sobre a consulta feita, mas está se preparando para jogar. Além disso, a ideia é não correr qualquer risco de sanções da entidade caso se negue a entrar em campo.
 
"O ato falho é do Flamengo, que não cumpre o que acorda, mas temos que avaliar os resultados de um eventual não comparecimento para um jogo da maneira mais ampla possível para não prejudicar o Grêmio não só no presente, mas no futuro. Vamos aguardar a resposta da consulta e vamos tomar uma atitude institucionalmente. Estamos nos preparando para jogar na quarta-feira contra o Flamengo", contou o dirigente.
 
Já que perdeu o jogo de ida por 4 a 0, o Grêmio precisa vencer por uma diferença de cinco gols para avançar na Copa do Brasil. Por conta disso, Felipão deve escalar uma equipe mista e poupar alguns titulares. 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!