Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » INTOLERÂNCIA!

Goleiro da Bulgária defende torcedores por atos racistas: "Se comportaram bem"

Os atos aconteceram durante o jogo entre Inglaterra e Bulgária, pelas eliminatórias da Eurocopa

Marcello Sapio Publicado em 15/10/2019, às 16h26

Goleiro da Bulgária causou polêmica ao defender torcedores
Goleiro da Bulgária causou polêmica ao defender torcedores - Getty Images

No jogo entre Inglaterra e Bulgária, realizado na última segunda-feira, 14, a torcida búlgara roubou a atenção ao praticar atos nazistas e de cunho racista, voltados para os jogadores negros do time adversário.

Os ingleses massacraram e venceram pelo placar de 6 a 0, resultado que os encaminha para uma classificação à Eurocopa de 2020.

O gesto de intolerância foi publicamente repudiado pela FA - a Federação Inglesa de Futebol - e por diversos jogadores do meio esportivo.

Porém, o goleiro búlgaro, Plamen Iliev, defendeu os torcedores de seu país: "Sendo honesto, eu acredito que (os torcedores) se comportaram bem. Não houve nenhum abuso e acho que eles (jogadores ingleses) exageraram um pouco. O público estava numa boa. Não escutei palavrões para os nossos ou para os jogadores deles"

A entrevista foi dada para o portal de notícias britânico The Guardian.

Ele não foi o único que relevou o acontecido. O treinador da Seleção da Bulgária, Krasimir Balakov, também deu falou sobre o assunto e, ainda, acusou os torcedores ingleses de insultar os búlgaros: "Pessoalmente não escutei nada. Mas tenho que dizer que os torcedores ingleses vaiaram o hino da Bulgária. Durante o segundo tempo, usaram palavras contra nossos torcedores que achei inaceitáveis"

Apesar de todas as declarações polêmicas dadas pelo goleiro e pelo treinador, o capitão da Seleção, Ivelin Popov, contrariou os compatriotas e repudiou as ações de sua torcida: "Racismo é um problema mundial que precisa ser erradicado. Você acha que um jogador estrangeiro vai querer jogar na Bulgária depois do que aconteceu?". 

A Inglaterra está em primeiro no Grupo A das Eliminatórias para a Eurocopa. Por outro lado, a Seleção da Bulgária amarga a última posição, com apenas três pontos, empatada com Montenegro.

ENTENDA O CASO

Alguns torcedores, que vestiam preto, faziam saudações nazistas e proferiam palavras de ódio, principalmente para jogadores negros da Seleção Inglesa.

Blusas com escritas de exaltação aos hooligans, a torcida organizada da Inglaterra marcada pela violência também foram facilmente vistas na arquibancada.

A partida, seguindo a recomendação da FIFA, foi paralisada em duas oportunidades por causa dos gritos da torcida.

O porta-voz da FA - Federação Inglesa - emitiu um comunicado sobre o lamentável episódio: "A FA pode confirmar que jogadores da Inglaterra foram submetidos a abomináveis cânticos racistas enquanto jogavam pelas eliminatórias da Euro contra a Bulgária. Isso é inaceitável em qualquer nível do jogo e nosso foco imediato é apoiar os jogadores e staff envolvidos. Como nós infelizmente estamos cientes, esta não é a primeira vez que nossos jogadores são submetidos a esse nível de abuso e não há lugar para esse tipo de comportamento na sociedade, muito menos no futebol, e pediremos à Uefa para investigar com urgência."

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!