Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » RESCISÃO!

Goleiro Bruno anuncia rescisão de contrato com o Poços de Caldas

Presidente do clube nega informação e diz que atleta não compareceu a um amistoso da equipe

Guilherme Assumpção Publicado em 28/10/2019, às 17h48

Bruno foi contratado pelo clube em 2019
Bruno foi contratado pelo clube em 2019 - Divulgação/ Poços de Caldas FC

Nesta segunda-feira, 28, o goleiro Bruno anunciou sua rescisão com o Poços de Caldas, de Minas Gerais. O jogador alega que não recebeu os salários e não teve os materiais esportivos fornecidos pelo clube. O presidente da equipe nega a rescisão e afirma que a confusão começou quando o jogador não compareceu a um amistoso do time. A advogada do atleta explicou a situação, em contato com o site Globo Esporte.

“A rescisão de contrato aconteceu quando o clube não pagou salário, não forneceu material de trabalho. O clube não tem sequer regularizada sua situação com os antigos sócios, nem com a Federação Mineira. Os atletas estavam em condições deploráveis, pagando para estar no clube”, disse Mariana Migliorini.

Nascido no dia 23 de dezembro de 1984, Bruno Fernandes das Dores de Souza é um futebolista brasileiro, que atua como goleiro. A carreira de Bruno começou com grande destaque no Atlético Mineiro, em 2002, mas um assassinato manchou a trajetória do atleta. Bruno foi condenado pela morte de Eliza Samudio, no ano de 2013. O goleiro se tornou principal suspeito do caso por ter tido um relacionamento com a modelo.

O jogador confessou o cruel assassinato e foi condenado a 22 anos e três meses de prisão. Os crimes cometidos por Bruno foram: homicídio triplamente qualificado, cárcere privado e sequestro de Eliza e do filho do casal. O crime aconteceu durante a passagem do goleiro no Flamengo. Na época, a presidente do clube, Patricia Amorim, disse que poderia romper o contrato com o atleta, mas após uma reunião, Bruno seguiu com seu contrato intacto.

Enquanto cumpria sua pena, o Montes Claros ofereceu um contrato ao jogador, assim, Bruno teria que ser transferido para o presídio da cidade, mas o pedido foi negado pela Justiça. Após diversas tentativas de habeas corpus, o goleiro conseguiu este recurso através da decisão do ministro do STF, Marco Aurélio Mello. Com isso, Bruno foi contratado, no mesmo ano, pelo Boa Esporte, de Minas Gerais. Porém, a liberdade do jogador não durou muito e a liminar do habeas corpus foi cassada dois meses depois.

No ano de 2019, Bruno conseguiu uma progressão de pena para o regime semiaberto. Com isso, o goleiro foi contratado pelo Poços de Caldas, de Minas Gerais.


5 itens do seu time do coração que você não pode ficar sem

1- Camisa Adidas São Paulo 2018 - https://amzn.to/31uv12K

2- Livro Maquete 3D Estádio Vila Belmiro - https://amzn.to/2IZ3AaY

3- Mochila Corinthians - https://amzn.to/2psy3ax

4- Caneca com Abridor,  Flamengo - https://amzn.to/31uUJnQ

5- Fone de Ouvido Cruzeiro - https://amzn.to/33GhR4d

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!