Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » COMPLICADO

Gerson volta a comentar caso de racismo e desabafa: "Não sou nenhum palhaço, aparecer na televisão para ganhar mídia"

Meia ainda relembrou que nunca passou uma situação dessa e que não inventou o que foi falado na discussão

Redação Publicado em 23/12/2020, às 17h19

Gerson volta a comentar caso de racismo e desabafa
Gerson volta a comentar caso de racismo e desabafa - GettyImages

No último domingo, 20, durante a partida entre Flamengo e Bahia, pelo Campeonato Brasileiro, o meia Gerson denunciou os insultos racistas ditos pelo adversário Índio Ramírez em entrevista após o jogo.

Logo depois, o jogador ainda apresentou queixa à Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância, no Rio de Janeiro.

Nesta quarta-feira, 23, em entrevista ao canal do Flamengo, o volante voltou a se posicionar, lamentando o ocorrido e protestando contra os atos, relembrando que nunca passou por alguma situação desse sentido.

"Noite ruim. Até porque nunca tinha sofrido esse ato racista. Quando a gente sofre, sente na pele, é pior ainda. Uma noite e um dia que não vou esquecer, mas as medidas todas foram tomadas. Não sei qual a diferença que a pessoa tem entre um ser humano e outro. Estava pensando nisso em casa. Eu sou negro e, quando você se machuca e sangra, que cor é o seu sangue? Vermelho, como o meu", disse antes de completar.

"Quando você atinge um objetivo, fica feliz? Eu também fico. Não sei por que as pessoas, infelizmente, têm dessas coisas. É muito triste. Mas já tomei todas as medidas, espero ser uma das vozes ativas no mundo para as pessoas que se sentirem acuadas, precisarem de mim, estarei à disposição. É muito chato, mas a vida continua. Bola para frente. Cheguei aqui até hoje, vou continuar trabalhando. Não vai ser esse ato que vai me fazer parar", concluiu.

Gerson ainda destacou o fato de não estar acostumado a dar entrevistas, por não gostar muito de falar e disse que não é "Palhaço" por querer aparecer na televisão para estar mídia e ainda destacou o deboche presente na fala do rival.

"Sou um dos caras que menos dá entrevista. Não gosto muito de falar. E, com uma coisa dessa, acusação grave, não ia aparecer na televisão. Não sou nenhum palhaço, aparecer na televisão para ganhar mídia, e depois as pessoas provarem que era mentira. Ai depois minha família vai me ver como? Como um mentiroso? Não preciso disso. Não preciso querer aparecer na mídia. Onde tenho que aparecer é dentro de campo, no futebol, não tem por que eu querer aparecer com entrevista", afirmou.

"As pessoas têm que pensar, já falei tudo que tinha para falar e espero nunca mais passar por isso. Vocês viram que teve um deboche, mas não tenho nada para falar para eles. Que Deus abençoe, e vida que segue. Nada vai me parar, nem parar todos os negros", finalizou.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!