Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Futebol / CALMA

Gabigol banca trabalho de Vítor Pereira após derrota para o Palmeiras

Autor de dois gols na Supercopa do Brasil, Gabigol avaliou o trabalho do Flamengo no início da temporada; rubro-negro foi derrotado pelo Palmeiras

Redação Publicado em 28/01/2023, às 19h13 - Atualizado às 19h24

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Gabigol banca trabalho de Vítor Pereira após derrota para o Palmeiras - GettyImages
Gabigol banca trabalho de Vítor Pereira após derrota para o Palmeiras - GettyImages

Calma e foco no trabalho foi o que Gabigol pregou na entrevista após a derrota do Flamengo para o Palmeiras, na decisão da Supercopa do Brasil neste sábado, 28. O rubro-negro abriu o placar, sofreu a virada e buscou dois empates, mas perdeu por 4 a 3 para o time paulista na briga pelo primeiro título da temporada 2023.

Na conversa com a transmissão da TV Globo, ainda na beira do gramado, o camisa 10 do Fla pediu tranquilidade para avaliar o início do trabalho do técnico Vítor Pereira, que assumiu o comando do time neste ano.

“Claro que queríamos ganhar, mas temos que ser um pouco racionais. É um começo de trabalho, é um trabalho novo. Precisamos melhorar algumas coisas que precisam de tempo. É normal. Sei que no Brasil é assim: se perde um jogo, é o pior time do mundo. Empatamos com o Madureira, tem que acabar o mundo. Aí ganhamos de 5 a 0 no Maracanã e aí já é o melhor time do mundo de novo. É normal, temos que ser racionais nesse momento. Foi um grande jogo”, disse o atacante.

“Cara, muita coisa (lições para se tirar do jogo), mas acho que o placar elástico é pelo começo de temporada. Se fosse no meio de temporada... A gente viu o jogo da Libertadores, que foi um jogo muito duro, com menos gols e menos chances. Acho que agora é ver vídeos, aproveitar bem o tempo para treinar e chegar bem no Mundial”, concluiu Gabigol. 

Gabigol chegou a 14 gols marcados em finais pelo Flamengo, desde que chegou ao clube em 2019. São 14 decisões disputadas, seja em jogo único ou em ida e volta, e o atacante de 26 anos deixou a marca dele em 10 confrontos. Veja a lista:

Finais pelo Flamengo

Carioca 2019: sem marcar
Libertadores 2019: 2 gols
Mundial 2019: sem marcar
Carioca 2020: sem marcar
Supercopa do Brasil 2020: 1 gol
Recopa Sul-Americana 2020: 1 gol
Supercopa do Brasil 2021: 1 gol
Carioca 2021: 3 gols
Libertadores 2021: 1 gol
Supercopa do Brasil 2022: 1 gol
Carioca 2022: 1 gol
Libertadores 2022: 1 gol
Copa do Brasil 2022: sem marcar
Supercopa do Brasil 2023: 2 gols