Sportbuzz
Testeira
Futebol / LAMENTÁVEL!

Fortaleza: torcedor argentino que arremessou banana é identificado

Fortaleza teve um alívio nesta semana depois que o River Plate informou que identificou o torcedor que arremessou uma banana em direção aos jogadores

Redação Publicado em 18/04/2022, às 12h20

Fortaleza tem alívio após torcedor do River Plate ser identificado - Reprodução/Twitter
Fortaleza tem alívio após torcedor do River Plate ser identificado - Reprodução/Twitter

O Fortaleza pôde respirar um pouco mais aliviado nesta segunda-feira, 18. Isso porque o torcedor que arremessou uma banana em direção a torcida brasileira no confronto válido pela Libertadores foi identificado pela diretoria do River Plate, da Argentina. Assim, o homem será convocado para ser ouvido e dar início ao processo judicial.

De acordo com as informações do "Diário Olé", a identificação do torcedor aconteceu depois que a análise das imagens gravadas em vídeo da ação foi feita pelo clube argentino. Dessa forma, a punição específica será definida assim que os procedimentos internos forem concluídos e o torcedor ouvido pelas autoridades.

Canal - SportBuzz

Esse episódio aconteceu durante a partida entre River Plate e Fortaleza, no Monumental de Núñes. A cena foi registrada por um outro torcedor presente no estádio e divulgada através da página do jornalista Alanio Pereira no "Twitter". Imediatamente as cenas chamara a atenção e revoltaram os torcedores e todos os brasileiros.

Diante disso, a expectativa é que uma punição severa ao torcedor seja aplicada, além de ele ficar fora de alguns jogos do River Plate. Enquanto isso, a equipe argentina está esperando por uma sanção que vai receber por essa manifestação da torcida. Isso porque o regulamento da Conmebol prevê punição também para o clube nesses casos.

Fortaleza tem torcedor do River Plata identificado pelo clube argentino
Fortaleza tem torcedor do River Plata identificado pelo clube argentino (Crédito: GettyImages)

 

É determinado pela entidade que manifestações da torcida que possam "agredir a dignidade humana de outra pessoa ou grupo de pessoas, por qualquer meio, por motivos de cor da pele, raça, sexo ou orientação sexual, etnia, idioma, credo ou origem", sejam revertidos em sanções aplicadas ao time do torcedor em questão.

Além disso, o Código Disciplinar da Conmebol indica uma punição de pelo menos 30.000 dólares, cerca de R$ 141 mil. Em 2020, esse valor teve que ser aplicado ao Defensa Y Justicia, por conta de atos racista dos apoiadores do time argentino contra a equipe do Santos, durante o embate entre ambos válido pela Libertadores.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!