Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » CAMPEONATO BRASILEIRO!

Flamengo x Bahia: Após ato racista na partida, árbitro do jogo dá declaração surpreendente em súmula

Segundo o que relatou Flávio Rodrigues, a arbitragem da partida o ato "não foi percebido por nenhum membro da equipe"

Redação Publicado em 21/12/2020, às 09h21 - Atualizado às 10h20

Gerson em ação pelo Flamengo
Gerson em ação pelo Flamengo - GettyImages

No último domingo, 20, o Flamengo venceu o Bahia, por 4 a 3, pelo Campeonato Brasileiro e alcançou a vice-liderança da competição. No entanto, mais um lamentável ato racista marcou uma partida do maior torneio de futebol do país. 

Quem sofreu com as fortes declarações do meia Índio Ramirez, do Bahia, foi Gerson.O volante do Flamengo recebeu uma injúra racial de seu rival e deixou clara toda a sua insatisfação depois da partida. Tal acontecimento gerou a demissão de Mano Menezes e também o afastamento do meia colombiano. 

Depois do jogo, em súmula, Flávio Rodrigues de Souza, principal árbitro da partida, relatou que sua equipe não percebeu nenhum tipo de injúria racial por parte do jogador tricolor. De acordo com ele, o episódio em Ramírez chama Gerson de "negro" não foi identificado pelos quatro juízes que trabalhavam no confronto entre Flamengo e Bahia. 

"Aos 7 minutos do segundo tempo houve um conflito entre os jogadores sr. Gerson Santos da Silva, de número 8 da equipe do Flamengo e do atleta da equipe do Bahia de numero 15 sr. Juan Pablo Ramírez Velasquez, onde o jogador do Flamengo alega ter sido chamado de "negro" por seu adversário mencionado. Informo que este suposto ato não foi percebido por nenhum membro da equipe de arbitragem no campo de jogo", disse. 

 E MANO MENEZES? 

O Bahia anunciou horas depois do final do jogo contra o Flamengo que Mano Menezes não é mais treinador da equipe. 

Após a derrota no confronto deste domingo, 20, por 4 a 3, o clube baiano usou de seu perfil oficial nas redes sociais para se posicionar sobre o desligamento do profissional. 

"O Esporte Clube Bahia comunica que Mano Menezes não é mais técnico do Esquadrão", dizia a nota. 

Além da eliminação na Sul-Americana, o treinador vinha de cinco derrotas consecutivas no Brasileirão e na primeira colocação depois da zona de rebaixamento. 

Além dos resultados, outro fator que pode ter pesado para a decisão do clube foi a polêmica com o jogador Gerson. Após um possível caso de racismo contra o volante do Flamengo, Mano disparou contra o atleta dizendo que era 'malandragem' da parte dele e ainda provocou o jogador. 

"O Mano falou: 'Agora você é vitima, o Daniel Alves te atropelou e você não falou nada'. Entre eu e o Daniel sempre teve respeito. Eu nunca falei nada de técnico, mas o Mano tem que saber respeitar",  disse o jogador ao deixar os gramados. 

O perfil oficial de Mano Menezes no Twitter confirmou a demissão, falou que foi uma 'decisão conjunta' e condenou as acusações de racismo. 

"Sobre o jogo de hoje: Mano condena qualquer ato racismo e reitera que a violência contra quem comete não é caminho para solucionar a questão. E apoia qualquer avaliação e julgamento justo para que o futebol seja sempre referência positiva na nossa sociedade. Crescemos juntos", disse ele. 

Sobre o caso de racismo: 

Sobre a acusação feita por Gerson contra o jogador Ramírez, o clube afirmou que aguardará as apurações para tomar a decisão mais cabível para o caso. 

"Nesta mesma ocasião aproveitamos para anunciar que, em relação à grave acusação de racismo envolvendo o colombiano Indio Ramírez, o clube se posicionará em breve após finalizar a apuração do caso", dizia a postagem.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!