Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Futebol / COMO ESTÁ?

Flamengo: presidente se pronuncia sobre estádio e 'não' ao Vasco

Flamengo está interessado em construir um estádio próprio desde que as confusões envolvendo a utilização do Maracanã pelas equipes cariocas começaram

Redação Publicado em 26/07/2022, às 18h53

Presidente do Flamengo, Rodolfo Landim - GettyImages
Presidente do Flamengo, Rodolfo Landim - GettyImages

O Flamengo já se mostrou bastante incomodado com a divisão do estádio do Maracanã com as equipes cariocas, e pretende mudar essa situação em breve. Nesta terça-feira, 26, o presidente do Rubro-Negro, Rodolfo Landim, falou depois da reunião da CBF com os mandatários e confirmou o interesse do clube na área do Gasômetro para construir sua nova casa.

Interessados na construção de um estádio para evitar maiores dores de cabeça e ter que decidir quando jogar ou não, o presidente carioca revelou que até chegou a entrar em contato com o governo do Rio de Janeiro para falar sobre o assunto, além de outras áreas que estão relacionadas para dar início ao planejamento.

"As notícias são reais. O Flamengo já andou conversando com a Prefeitura, Governo Federal e com a Caixa Econômica Federal. O Flamengo já demonstrou que tem interesse na área do Gasômetro para fazer um estádio, mas o processo ainda está em uma fase bem preliminar. É uma fase de interesse do clube sim", disse o mandatário.

Já sobre as polêmicas envolvendo os clubes que fazem parte da administração do Maracanã, Flamengo e Fluminense, o Vasco deu entrada na justiça pedindo o uso do estádio neste domingo, 31, às 16h (horário de Brasília), para a partida contra a Chapecoense, que vai promover a estreia de Alex Teixeira pelo Gigante da Colina.

Flamengo: presidente explica 'não' ao Vasco pelo uso do Maracanã
Flamengo: presidente explica 'não' ao Vasco pelo uso do Maracanã (Crédito: GettyImages)

Por conta disso, a ideia do Vasco era promover uma grande festa no estádio, já disputando a partida do Brasileirão no Maracanã. No entanto, a liberação não está agradando a todos, apesar de não ser a primeira vez que o clube pede para utilizar o estádio. Sobre isso, Landim explicou o motivo de não concordar com a utilização por parte do adversário.

"Isso não é comigo, é com o Consórcio Maracanã. O Consórcio Maracanã nos ouve a respeito desse assunto. Nós já conversamos ontem (segunda, 25) sobre, eu e o Mário (Bittencourt, presidente do Fluminense), junto com o Consórcio Maracanã. Nós temos uma posição técnica muito clara: nós recebemos relatórios técnicos que comprovam que quando você tem dois jogos seguidos, um dia após o outro, isso estraga profundamente o gramado", iniciou.

"Foi por causa disso, de ter tido dois jogos seguidos, que recomendaram que tirássemos nossos jogos (do Maracanã). E naquela época, nós não conseguimos tirar os jogos imediatamente, já tínhamos vendido ingressos, mas assim que nós pudemos, paramos com os jogos no Maracanã por 10 dias, para poder recuperar o gramado", seguiu.

"Nós temos um princípio técnico, inclusive por orientação dos agrônomos que cuidam do Maracanã, que é altamente danoso para o gramado ter dois jogos seguidos. E essa foi a razão pela qual eles (Consórcio Maracanã) disseram ontem para nós que iriam na resposta ao Vasco negar esse pleito, porém abrindo a possibilidade para o Vasco jogar outros jogos", contou.

"Se não me engano, o Vasco tem jogo 31 de agosto, contra o Guarani, nós não teríamos jogos no meio de semana no Maracanã, e nós já abrimos para o Vasco. Eventualmente vamos ter que avaliar a evolução de Flamengo e Fluminense em Copa do Brasil, Brasileiro. Se Flamengo e Fluminense deixarem de jogar no Maracanã, certamente aquele meio de semana vai estar aberto para o Vasco jogar", apontou.

"Nosso objetivo não é impedir o Vasco de jogar, mas como concessionários, nós gostaríamos de ter prioridade de jogar no campo em que somos concessionários", finalizou o presidente do Flamengo, que preferiu não comentar o fato de o Gigante da Colina ter recorrido à Justiça para buscar a liberação, do estádio.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!