Sportbuzz
Testeira
Futebol / SERÁ?

Flamengo: Marcos Braz abre o jogo sobre consequências da Libertadores

Marcos Braz analisou um possível cenário com derrota para o Palmeiras na final da Libertadores e evitou dizer que um resultado negativo acabaria com a temporada do rubro-negro

Redação Publicado em 24/11/2021, às 14h55 - Atualizado às 15h12

Marcos Braz confia no Flamengo e abre o jogo sobre consequências da Libertadores - Alexandre Vidal/Flamengo
Marcos Braz confia no Flamengo e abre o jogo sobre consequências da Libertadores - Alexandre Vidal/Flamengo

O Flamengo pode conseguir o tricampeonato da Libertadores neste sábado, 27, contra o Palmeiras. A expectativa é grande entre os torcedores rubro-negros, que estão vivendo um ano bipolar com o clube carioca. Por muitas vezes a torcida carioca se empolgou e também se frustrou com o elenco de Renato Gaúcho e Marcos Braz abriu o jogo em relação ao tema. 

O dirigente do Flamengo concedeu uma entrevista exclusiva para o "Globo Esporte" e deu sua opinião sobre uma possível derrota na final da Libertadores. Marcos Braz avaliou tanto a possibilidade de vitória quanto também de um resultado negativo e explicou que não se pode achar que a equipe teve um ano ruim. 

 

"Não. O departamento de futebol precisa de ajustes, independente de título da Libertadores. É sempre necessário avaliar se não poderia ter feito melhor, tomado decisões melhores para ter mais brilhantismo durante a temporada. Se ganharmos, será uma temporada muito boa, acima da média. Se perde, não dá para achar que tudo foi uma tragédia", começou.

O dirigente do Flamengo ainda continuou: "Chegamos na semifinal da Copa do Brasil e vamos lutar no Brasileiro até quando for possível. Se não formos campeões brasileiros, provavelmente ficaremos em segundo. E se não formos campeões da América, ficamos em segundo. É pouco para o Flamengo, ganhar isso não significa que não precisa ter ajuste".

Além de analisar os possíveis cenários em relação a final da Libertadores, Marcos Braz também aproveitou para projetar ainda mais a decisão contra o Palmeiras. O dirigente do Flamengo vislumbrou possíveis consequências em comparação com o resultado do próximo sábado, 27, e equiparou o peso disso para todos os departamentos do clube carioca. 

"É o tamanho do peso de uma Libertadores. Quando se coloca em questão essa competição, ela tem todo um tamanho, uma engrenagem. Se ganharmos todos vão ficar felizes. As pessoas vão entender algumas situações. No caso de um resultado adverso, acho que é entender que chegar na final, e de forma invicta... Olha como está a vida do Flamengo: ou é campeão invicto, o que poucos clubes conseguiram, ou não será campeão. Não tem meio termo", finalizou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!