Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » LIBERTADORES

Filha de Renato Gaúcho relata ter sido agredida por torcedores flamenguistas: “É uma falta de respeito sem tamanho”

Carol Portaluppi chorou ao desabafar sobre as agressões físicas e verbais que sofreu em uma festa no Rio de Janeiro

Gabriela Santos Publicado em 13/10/2019, às 16h45

Carol Portaluppi relata agressões sofridas por ela no Rio de Janeiro
Carol Portaluppi relata agressões sofridas por ela no Rio de Janeiro - Instagram

Carol Portaluppi, filha de Renato Gaúcho, técnico do Grêmio, revelou, por meio de seu perfil oficial do Instagram, que foi agredida em uma festa na madrugada deste domingo, 13, no Rio de Janeiro.

Carol desabafou e contou que decidiu sair com as amigas depois de muito tempo, mas um episódio negativo atrapalhou sua diversão. A jovem relatou que alguns torcedores flamenguistas a agrediram física e verbalmente, com empurrões e apertões no braço, durante uma festa no Rio de Janeiro. Ela declarou que não se machucou seriamente.

“Agressões, empurrões, apertos de braço, palavras ofensivas... Isso para mim já é muito importante, já é uma falta de respeito sem tamanho”, relatou.

Chorando, Carol Portaluppi disse que nada justifica a atitude e que não generalizaria toda a torcida do Flamengo, mas que a situação a deixou horrorizada. Ela precisou deixar o estabelecimento por conta dos agressores. 

Carolina aproveitou a sua fala e visibilidade para questionar um problema no país. “Poderia ser a tua mãe, tua filha, tua irmã, quem quer que seja... Só estou falando isso aqui porque tenho voz e não vou abaixar a cabeça”, desabafou.

Grêmio e Flamengo se enfrentam pela semifinal da Libertadores. O jogo de ida rendeu um empate por 1 a 1, na Arena tricolor. No próximo dia 23, os dois se reencontram pelo jogo de volta, no Maracanã. As duas trocam farpas muito antes da decisão.

Confira o relato completo:

É muito triste. Muito triste mesmo. Hoje pela primeira vez em muito tempo saí com minhas amigas e... E não vou generalizar, não vou falar que fui agredida pela torcida do Flamengo, mas vou falar que fui agredida por torcedores do Flamengo.

Agressões, empurrões, apertos de braço, palavras ofensivas... Isso para mim já é muito importante, já é uma falta de respeito sem tamanho.

Estou horrorizada com o que homens são capazes de fazer com esporte, que é para ser uma coisa legal, do bem, para a gente passar de gerações para gerações. Eu não tenho palavras, não tenho como explicar o sentimento que tenho dentro de mim nesse momento.

Jamais iria esperar isso de quem quer que seja, qualquer torcida.

Poderia ser a tua mãe, tua filha, tua irmã, quem quer que seja... Só estou falando isso aqui porque tenho voz e não vou abaixar a cabeça.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!