Sportbuzz
Testeira
Futebol / COMPLICADO

Fernando Diniz joga a toalha após derrota do Vasco: "Dia extremamente triste"

Fernando Diniz reconheceu o direito da torcida do Vasco em ficar irritada depois da goleada sofrida pelo Botafogo, e disse que o time não vai subir à Série A do Brasileirão

Redação Publicado em 08/11/2021, às 06h59

Fernando Diniz, treinador do Vasco durante entrevista coletiva - Transmissão Youtube/Vasco TV
Fernando Diniz, treinador do Vasco durante entrevista coletiva - Transmissão Youtube/Vasco TV

A goleada sofrida pelo Vasco, por 4 a 0 diante do Botafogo, na tarde deste domingo, 7, praticamente liquidou as chances que a equipe de Fernando Diniz tinha para conseguir o acesso à Série A do Brasileirão. Faltando quatro rodadas para o fim da competição, o time de São Januário é o 9º colocado, com 47 pontos somados, sendo oito a menos que o quarto colocado, o Goiás.

No entanto, nem tudo está perdido. Existe uma chance, mesmo que remota, e matematicamente, de o Vasco conseguir superar as dificuldades e voltar à elite do futebol nacional. No entanto, depois da partida, na entrevista coletiva, ao lado do gerente de futebol Alexandre Pássaro, o técnico Fernando Diniz "jogou a toalha" sobre o acesso.

"É um dia extremamente triste. Vim com um desejo muito grande. Não vim para a Série B, vim para o Vasco, clube gigante. Desde que cheguei aqui fui muito bem acolhido. As pessoas trabalharam muito para conseguir o acesso. Não faltou coragem, não faltou interesse - podem ter faltado outras coisas. Todos erramos, eu errei", disse o treinador.

"Semana passada estávamos aqui ganhando do Coritiba. Tivemos a chance de ganhar contra o Náutico. Teve CSA, Guarani e agora o Botafogo. Até o dia de hoje sempre tivemos a chance muito acesa em trazer o Vasco para a Série A de novo. Infelizmente não conseguimos. Mas o Vasco vai voltar para a Série A. Merece", completou.

Além disso, o comandante reconheceu que os torcedores vascaínos estão no direito de ficarem irritados, tristes, e reclamarem sobre o atual momento do clube. Vale lembrar que depois da goleada, houve diversos protestos com direito a copos e latas jogadas no gramado e empurra-empurra entre torcedores e seguranças nas arquibancadas.

"A torcida está extremamente irritada, infeliz, triste e com todo direito. Temos que saber absorver tudo aquilo que vem de fora e o torcedor vascaíno merece dias melhores. O lugar do Vasco é na Série A, não na Série B", finalizou Diniz.

Chegando focado em ajudar o Vasco a subir, Diniz contou que ainda não sabe se vai fazer parte do projeto da equipe para o ano de 2022, e tentar melhorar a equipe para que o acesso finalmente aconteça.

"Ainda não teve nenhuma conversa nesse sentido. Eu estava totalmente focado. As chances matemáticas praticamente não existem, então é um outro cenário. Mas não conversei com ninguém ainda. Eu tenho que trabalhar todos os dias e se for da vontade do Vasco, vamos conversar. Não é o momento agora de conversar isso, mas o Vasco vai ter que começar a pensar, de fato, no ano que vem", contou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!