Sportbuzz
Testeira
Futebol / COLETIVA!

Fernando Diniz avalia vitória, mas faz alerta ao Santos; entenda!

Sob o comando de Fernando Diniz, Santos chegou à terceira vitória seguida

Redação Publicado em 08/06/2021, às 22h39

Fernando Diniz vive bom momento no Santos - Ivan Storti / Santos FC / Flickr
Fernando Diniz vive bom momento no Santos - Ivan Storti / Santos FC / Flickr

Na tarde desta terça-feira, 08, Santos e Cianorte entraram em campo para disputar a partida de volta da terceira fase da Copa do Brasil. Após vencer o jogo de ida por 2 a 0, a equipe de Fernando Diniz podia até perder por um gol de diferença para avançar de fase no torneio.

Porém, a equipe paulista nem precisou utilizar o regulamento da Copa do Brasil. Com atuação segura, o Santos contou com golaço de Marcos Guilherme para vencer o Cianorte pelo placar de 1 a 0 e garantir vaga na próxima fase.

 

 

Logo após o jogo, Fernando Diniz concedeu entrevista coletiva e avaliou o resultado do Peixe. Na análise do treinador, a equipe demonstrou menos intensidade do que nas últimas partidas. Porém, o fator foi relevado pelo técnico santista.

De mais positivo, a vitória. E sem levar gol. De negativo foi a diminuição de intensidade e nível de concentração. Os jogadores se empenharam e estão de parabéns pela passagem de fase”, iniciou Fernando Diniz.

Estou contente com o que os jogadores fazem nos jogos. A partida em Cianorte foi melhor do que a de hoje, inclusive. No gráfico vamos ter oscilação para cima e para baixo”, completou.

SISTEMA DEFENSIVO

Após não levar gols, Fernando Diniz fez questão de ressaltar a atuação de todos os jogadores na proteção ao sistema defensivo. Segundo ele, o Santos conta com atletas que se ajudam e buscam a efetividade dentro de campo.

O sistema defensivo está assim pela contribuição do Kaio Jorge, Marinho, Marcos Guilherme, Jean Mota e por aí vai. Temos a mania de achar culpados e acho que isso dá notícia. Há erros individuais, mas há acúmulo de erros”, avaliou Diniz.

Damos aspecto mais coletivo para o time, todos participam e isso não deixa o time menos ofensivo. Todos aprendem a correr para marcar e para sermos mais agressivos com a bola. Todos marcam e todos jogam, essa é a minha contribuição”, concluiu.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!