Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » Fabinho Ceará

Fabinho tem sido um dos destaques no elenco do Ceará neste Campeonato Brasileiro; confira os números!

O volante de 34 anos é o melhor jogador em passes, roubadas de bola e cortes no elenco do vozão

Redação Publicado em 16/02/2021, às 18h13

Fabinho correndo atrás de Gérson, do Flamengo
Fabinho correndo atrás de Gérson, do Flamengo - MS+SPORTS

Fábio Gonçalves, popularmente conhecido como Fabinho, nasceu em Cruzeiro, São Paulo, no dia 19 de novembro de 1986. Iniciou sua carreira em 2006 no Camboriú, time que leva o mesmo nome da cidade onde é sediado, em Santa Catarina.

Nos anos seguintes, rodou diferentes estados do Brasil e teve passagens por Campinense (PR), Baraúnas (RN) e Alecrim (RN), até chegar ao América de Natal, em 2011, onde foi destaque no Campeonato Estadual e firmou seu nome no time.

Em 2015, Fabinho foi contratado pelo Figueirense por indicação do técnico Argel Fucks, onde permaneceu durante uma temporada, e no ano seguinte se transferiu ao Internacional, também a pedido do mesmo técnico.

No colorado, Fabinho fez parte do elenco que acabou rebaixado no Campeonato Brasileiro em 2016 e manteve-se no clube até 23 de maio de 2018, quando foi anunciada sua saída para o Ceará, onde encontra-se até hoje e é peça fundamental no elenco do técnico Guto Ferreira.

"Eu como jogador de marcação, vejo que tenho um bom número de interceptações. Fico feliz com isso, mas é um trabalho de equipe, coletivo, onde começa pelos atacantes e obviamente a defesa tem cooperado para que isso aconteça", afirma ele, que já participou de 117 jogos com a camisa do clube


No Campeonato Brasileiro de 2020, segundo o Sofascore, Fabinho é o melhor ladrão de bolas de seu clube (média de 1.8 por jogo), o melhor volante do elenco em acerto de passes por jogo (84%) e também em número de cortes por partida (1.2, em média), fazendo assim com que o jogador seja peça fundamental em seu elenco. Não é à toa que ele está entre os 10 jogadores que mais atuaram pelo vozão nesta temporada, com 50 partidas disputadas.

“O posicionamento correto ali dentro de campo tem contribuído com esses números expressivos. Vou continuar trabalhando ainda mais para que essas estatísticas possam aumentar e eu seguir ajudando meus companheiros dentro de campo”, afirma o atleta. "O professor Guto cobra muito essa questão de assertividade de passes, para que nós do meio campo passemos a bola para os nossos companheiros nas melhores condições de domínio", conclui ele. 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!