Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » EXCLUSIVO SPORTBUZZ!

EXCLUSIVO: Pablo, do Guarani, comenta sobre sua permanência no Brasil e revela: "É um desejo do meu coração"

Atacante também falou sobre sua carreira internacional e as expectativas para a volta dos campeonatos

Izabella Macedo e Pedro Ungheria Publicado em 18/06/2020, às 17h34

Pablo, do Guarani, comenta sobre sua permanência no Brasil e revela: "É um desejo do meu coração"
Pablo, do Guarani, comenta sobre sua permanência no Brasil e revela: "É um desejo do meu coração" - Divulgação/Guarani

Nesta quinta-feira, 18, o SportBuzz inaugurou a transmissão ao vivo através do nosso perfil oficial no Instagram e para dar início às conversas, que vão contar com a presença de jogadores e personalidades do esporte, o atacante do Guarani, Pablo foi nosso primeiro convidado.

Durante a conversa, o atleta comentou sobre o período em que está de isolamento social por conta da pandemia de coronavírus e contou que além dele, os torcedores também estão sentindo falta de acompanhar o futebol ao vivo.

"Já está fazendo falta. É o que eu falo, não só a gente, como as pessoas que acompanham estão sentindo falta né de ter futebol de estar ali sentindo o dia a dia então agora é fazer as coisas da melhor forma possível, não tentar antecipar os processos que que logo logo as coisas vão estar se encaminhando graças a Deus e o futebol vai estar voltando a ser a alegria de todos", disse.

Antes de voltar efetivamente ao Guarani, Pablo também colecionou passagens pelos brasileiros Atlético Mineiro, América Mineiro e Curitiba, além do clube japonês Vegalta Sendai e do português Santa Clara.

Sobre sua experiência com o futebol internacional, o atacante ressaltou que a principal diferença, além da linguagem, da comida e da cultura é a forma de jogar, que em sua opinião na Europa, é mais rápida.

"É o ritmo na realidade tanto fora quanto aqui a realidade é que o futebol é muito mais pensado, tem aquela lentidão não digo que é muito lento, mas tem aquela coisa que você tem mais tempo para pensar com a bola e já lá na Europa no time de Portugal, os passes são totalmente diferentes são passes firmes são passes que as vezes você aqui no Brasil se você dá um passe que as pessoas não estão acostumadas, a bola vem forte ou ninguém está esperando", contou.

No período em que Pablo ficou no Brasil, antes de se transferir para a Europa, o jogador conquistou a Flórida Cup pelo Atlético-MG e a Taça Dionísio Filho pelo Curitiba.

No entanto, em ambos os títulos, o jogador revelou que aconteceram de forma rápida e que com relação a taça da Flórida Cup, na realidade ele não atuou.

"No Atlético Mineiro, na Flórida Cup eu não participei. Eu tenho que ser verdadeiro então eu não participei não tive isso eu já estava no elenco, mas não participei não fui, mas na taça Dionísio foi assim, eu tava na Flórida Cup com o Atlético e aí calhou de eu ir pro Curitiba já estando em andamento o estadual. Eu cheguei basicamente como a gente brinca né ‘com o bonde andando e ainda sentei na janelinha’ né porque assim, eu cheguei e aí a gente foi jogando então assim, foi questão de dois ou três jogos que a gente já chegou e foi campeão do primeiro turno", relembrou.

Uma das principais questões que estão na cabeça do torcedor do Guarani é sobre a permanência de Pablo no elenco para o restante do ano. Sobre essa possibilidade, o jogador se mostrou muito otimista sobre continuar vestindo a camisa do clube.

"É um desejo que eu posso dizer, um desejo do meu coração eu posso dizer para o torcedor do Guarani que está muito perto de ser concretizado são algumas coisas que envolve não digo nem a parte profissional é mais pessoal porque é tão difícil falar. Recentemente tive uma perda irreparável que foi a situação do meu pai meu pai veio a falecer, mas enfim é uma das coisas que me deixa cada dia mais motivado era um sonho dele é por isso eu digo que é uma coisa mais pessoal que era um sonho dele de eu estar no Guarani", contou.

Pelo Campeonato Paulista, Pablo é o jogador que tem mais desarmes estando até mesmo à frente de Daniel Alves, do São Paulo com 32 desarmes contra 29 do jogador Tricolor. Sobre o início de temporada do Guarani, Pablo comemora.

"Não está sendo um ano fácil, eu posso te dizer é muito marcante em todos os sentidos, digo o pessoal e ainda o profissional. Profissional eu falo porque a minha volta pro Guarani foi uma escolha de estar perto da minha família estar perto dos meus familiares de estar podendo mostrar o meu futebol e graças à Deus eu estou tendo essa oportunidade no Guarani e desenvolvendo o meu melhor futebol e ainda na troca da minha da minha posição e isso daí eu só tenho agradecer a Deus e é o que eu falo não posso deixar cair pois cada vez mais tenho objetivos maiores", falou.

Os principais campeonatos europeus já estão de volta à ativa ou muito perto de terem suas partidas retomadas. Com o grande tempo em que os jogadores ficaram sem ter o treinamento ideal para jogar, alguns deles acabaram sofrendo com lesões.

Sobre esse tema, Pablo ressalta que o próprio jogador precisa saber sobre suas limitações.

"Se você vem numa sequência de jogos de treinamento, enfim sem essa paralisação, isso é normal, você consegue ter manutenção e nós jogadores também temos que ter inteligência de saber que estamos sujeitos e é claro que você sempre voltando rápido quando realmente for voltar, você tem que entender o seu corpo que é o principal. Às vezes eu costumo dizer 'só eu sei o que eu tô sentindo eu sei onde eu tô com dor' e esses índices de lesão são normais", analisou.

 Apesar de o Campeonato Carioca já ter data para voltar, o Campeonato Paulista ainda segue indefinido. Na opinião de Pablo, o essencial para que tudo retorne é a segurança, tanto dos jogadores como dos demais envolvidos.

"A segurança de todo mundo, quanto do jogador tanto do torcedor esse é o primeiro ponto. Só que é o segundo ponto eu digo que o nosso torcedor é o 12º jogador isso muda muito e é totalmente diferente totalmente e novo. Eu particularmente sou um cara suspeito pra falar e eu prefiro estar com a torcida e ouvindo o som ouvir alguma coisa. Para mim com torcida seria o ideal, mas pela segurança sem torcida", finalizou.


5 itens do seu time do coração que você não pode ficar sem

1- Camisa Adidas São Paulo 2018 - https://amzn.to/31uv12K

2- Livro Maquete 3D Estádio Vila Belmiro - https://amzn.to/2IZ3AaY

3- Mochila Corinthians - https://amzn.to/2psy3ax

4- Caneca com Abridor,  Flamengo - https://amzn.to/31uUJnQ

5- Fone de Ouvido Cruzeiro - https://amzn.to/33GhR4d

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!