Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » SERÁ?

Ex-treinador do Botafogo, Bruno Lazaroni comenta atual fase do clube: "Sem querer me gabar, (comigo) o Botafogo não estaria nessa condição atual"

Técnico foi demitido do comando do Fogão depois de seis partidas disputadas

Redação Publicado em 27/11/2020, às 16h09

Ex-treinador do Botafogo, Bruno Lazaroni comenta atual fase do clube
Ex-treinador do Botafogo, Bruno Lazaroni comenta atual fase do clube - GettyImages

Durante anos, Bruno Lazaroni trabalho no Botafogo. Ele começou nas categorias de base, ocupou diferentes cargos, foi auxiliar permanente da comissão técnica do profissional e foi convidado para ser treinador da equipe, após a saída de Paulo Autuori.

No entanto, esse tempo como técnico durou pouco, e o profissional foi desligado depois de seis jogos na beira do campo.

A saída pegou todos de surpresa e muitas dúvidas sobre o desligamento ficaram no ar. Em entrevista exclusiva ao site "O Dia", Lazaroni contou sobre os bastidores da demissão no Alvinegro e seus próximos passos.
 
"Eu vejo com muita naturalidade a minha saída. Eu penso que as duas partes têm que estar satisfeitos. Claro que eu tenho a minha avaliação do trabalho como um todo. Estava com um aproveitamento de 53% no Brasileiro. Talvez, depois de uma partida ruim, o clube entendeu que deveria ser interrompido a sequência de trabalho. Vejo isso como natural", analisou.
 
"Se o clube entendeu que com esse aproveitamento no Brasileiro, mas por ter perdido o primeiro jogo da Copa do Brasil e optou pela minha saída. Encaro sem mágoa e rancor. Não é querer me gabar, mas é confiando no meu trabalho, na minha metodologia, na forma de gerir os atletas, na forma de gerir a comissão técnica, o Botafogo não estaria nessa condição atual. Pelo o que conheço do clube, pelo o que conheço do grupo, dos atletas, mas repito: o clube tem todo o direito de tomar as decisões que achar necessária. Mas agora é página virada, desejo muita sorte porque os jogadores não merecem essa situação, os jogadores não merece, os funcionários também não merecem. Fico na torcida para que consigam dar a volta por cima", disse.
 
Sobre seu futuro, Lazaroni contou que recebeu alguns contatos de outros clube.
 
"Nesse período, desde que eu saí do Botafogo, sondagens através de intermediários apareceram, mas nada oficial. Eu quero trabalhar em um projeto bacana, seja como treinador ou auxiliar, que tenha uma boa estrutura de trabalho e uma gestão profissional para conseguir desenvolver jogadores jovens e colocar em prática aquilo que penso sobre o futebol", finalizou.

 
 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!