Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » CONFIANÇA

Ex-presidente do Barcelona diz que Ronaldinho foi enganado: "Não sabe por que foi preso”

Sandro Rosell foi o responsável por trazer Ronaldinho Gaúcho ao Barcelona em 2003

Gabriela Santos Publicado em 18/04/2020, às 11h19 - Atualizado às 13h10

Ex-presidente do Barcelona diz que Ronaldinho foi enganado: "Não sabe por que foi preso”
Ex-presidente do Barcelona diz que Ronaldinho foi enganado: "Não sabe por que foi preso” - GettyImages

Ex-presidente do Barcelona, Sandro Rosell lamentou a prisão de Ronaldinho Gaúcho. Em entrevista ao jornal Mundo Deportivo, ele declarou que acredita em um golpe contra o ex-jogador. Ronaldinho está em prisão domiciliar no Paraguai pelo uso de documentos falsos na entrada do país.

Rosell disse que o ex-craque desconhece o motivo de sua prisão e que foi enganado. Ele ainda acrescentou que torce para que o futebol mantenha quem Ronaldinho é. Responsável pela contratação de Ronaldinho em 2003, ele manteve uma boa relação com o craque que se destacava na Seleção Brasileira.

“Ronaldinho não sabe ainda por que foi preso. Alguém o enganou e não explicou a verdade. O futebol é sorriso. Espero que continue pensando em futebol, mas sobretudo que siga sorrindo”, declarou o ex-mandatário.

A entrevista de Rosell será publicada na íntegra neste domingo, 19, pelo jornal Mundo Deportivo, em sua edição impressa. A declaração do ex-mandatário também trará a prisão de Rosell, em 2017, pela acusação de cobrança de taxas irregulares na venda de direitos televisivos de partidas da Seleção Brasileira.

O ex-presidente do Barcelona é amigo de Ricardo Teixeira e foi apontado como integrante de um esquema que incluía sua empresa, a Alianto Marketing, na época em que Teixeira estava no comando da Confederação Brasileira.

“Se eu não tivesse sido presidente do Barça, não teria ido para a prisão. Disso, não tenho a menor dúvida. Também acredito que ninguém teria me investigado empresarialmente ou feito uma perseguição fiscal tão agressiva que ainda tenho 72 notificações da Receita desde que saí do cargo. Antes de ser presidente, era zero inspeção fiscal. Casual?”, disse Rosell, que ficou preso por quase dois anos antes de ser absolvido das acusações em abril do ano passado.

 

 

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!