Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » RACISMO NO FUTEBOL

Ex-jogador da França pede para que o presidente da Federação renuncie por acusações de racismo

Noel Le Graet alegou que o racismo "não existe no futebol" após caso envolvendo Álvaro González e Neymar

Redação Publicado em 30/09/2020, às 15h45

Patrice Evra jogou por muitos anos com a camisa da Seleção Francesa
Patrice Evra jogou por muitos anos com a camisa da Seleção Francesa - Getty Images

No início do mês, mais um caso de racismo aconteceu no futebol, desta vez envolvendo o brasileiro Neymar Jr. enquanto jogava contra o Olympique de Marselha. Álvaro González, zagueiro da equipe adversária, teria feito ofensas racistas ao jogador do Paris Saint-Germain e a situação causou no mundo inteiro. 

Entretanto, algumas pessoas minimizaram as acusações feitas por Neymar, como o presidente da Federação Francesa de Futebol (FFF)Noel Le Graet. O empresário de 78 anos comentou a situação alegando que o racismo "não existe no futebol", e a declaração causou revolta em Patrice Evra, ex-jogador da Seleção Francesa.

Em um vídeo em seu perfil no Instagram, o ex-lateral-esquerdo de equipes como Manchester United e Juventus, repreendeu a fala de Noel Le Graet e ainda contou sobre sua experiência dentro da FFF.

Le Graet deve ser demitido, porque ele realmente estragou tudo.É sério. Não tenho palavras”, lamentou Evra.

Sou obrigado a responder a Noel Le Graet, sou obrigado a falar do Chateau [base de treinamento da França Clairefontaine], você sabe muito bem o que acontece lá, quantas cartas racistas recebemos?”, continuou.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

#saynotoracism #stop #france #world #football #sport #noracism

Uma publicação compartilhada por Patrice Evra (@patrice.evra) em

Patrice Evra continuou contando como era o dia a dia dos jogadores negros no Centro de Treinamento da Seleção Francesa, e que ele e outros jogadores chegaram a receber ameaças.

Um disse 'Didi [Deschamps, técnico da França], pegue seus macacos e vá para a África.' Quantas mensagens como essa nós recebemos? No entanto, nós as escondemos, eu vi algumas”, relembrou Evra.

Designamos lugares para comer, mas cada vez que o presidente ou os políticos vinham, tudo mudava. Eu estava sentado lá e de repente eles me colocaram na ponta da mesa, onde normalmente estavam Mamadou Sakho e Bacary Sagna, tivemos que mudar. Eles colocaram Hugo Lloris, Laurent Koscielny e o presidente no meio, mas sabíamos que eram as regras do jogo. Quando o presidente queria uma foto, era melhor estar com Lloris e Koscielny em vez de Sakho ou Sagna”, disse ele.

No vídeo postado por Patrice Evra, aparece um trecho da entrevista de Noel Le Graet dizendo que "quando um jogador negro marca um gol, todo o estádio está de pé. O fenômeno racista no esporte, e no futebol em particular, não existe ou quase não existe".


5 eletrônicos para esportes que prometem facilitar a sua vida

1- Relógio Inteligente Mi Band 4 Xiaomi - https://amzn.to/326G0jZ

2- Câmera Hero 7 Black à Prova D’água 12MP 4K Wifi, GoPro - https://amzn.to/2VwxKY5

3- Fone de Ouvido Xiaomi Redmi Air Dots Com Bluetooth - https://amzn.to/325xcLo

4- Aparelho Abdominal Eletrico Músculo 6 Pack Ems Estimulador - https://amzn.to/2B2Vhq8

5- Cronômetro Digital Incoterm - https://amzn.to/2nyvmUc

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!