Sportbuzz
Testeira
Futebol / TRETAS PASSADAS!

Ex-Flamengo relembra treta com Adriano Imperador e revela: "Ele queria me pegar"

Confusão entre o ex-jogador do Flamengo e Adriano Imperador teria começado por conta de um comentário

Redação Publicado em 27/10/2021, às 08h30

Adriano Imperador com a camisa do Flamengo - Reprodução/Instagram
Adriano Imperador com a camisa do Flamengo - Reprodução/Instagram

Durante entrevista ao podcast "Podpah", o ex-jogador Denílson revelou que já teve um desentendimento com Adriano Imperador na época em que o atacante, ídolo do Flamengo, defendia o Corinthians, e que tudo teria começado por conta de um comentário.

Denílson contou que o ex-jogador, que fez sucesso no Flamengo, não teria gostado nada de uma fala dele feita durante um programa na "TV Bandeirantes". Na época, Adriano Imperador estava voltando de lesão, e sua atuação ainda não estava 100%.

"A Renata [Fan] me perguntou sobre a entrega do Adriano, performance e tal... Ele estava voltando da lesão no tendão, e aí acho que ele não fez a recuperação como deveria fazer e demorou mais para recuperar. Ele não tinha jogado muito ainda com o Corinthians. Eu falei: 'Não dá pra falar do Adriano ainda, quando ele jogar vamos ter algo pra falar'", disse Denílson antes de completar.

"Eu estava na inauguração de um bar. Estou lá e alguém me falou que o Adriano queria me pegar. Vazei da festa e fiquei com isso na cabeça. Pensei: 'Por que ele quer me pegar? Se ele me pegar, eu tô morto'", continuou.

"Peguei o telefone do Adriano e liguei. Começamos um a apavorar o outro. Percebi que o negócio estava pegado e falei: 'O que aconteceu, meu parceiro? O que falei que te incomodou?'. Comecei a pipocar (...)", disse aos risos. "A conversa virou, contamos histórias da época do Flamengo e desligamos o telefone. Terminamos a resenha da hora", finalizou.

Palavras do Imperador

Nesta quarta-feira, 22, o Flamengo entra em campo para enfrentar o Barcelona de Guayaquil, às 21h30, no Maracanã, pelo jogo de ida da semifinal da Copa Libertadores da América.

Já entrando nesse clima de decisão, o Twitter da Conmebol preparou uma entrevista especial com Adriano Imperador, que foi ao ar horas antes do jogo, onde o ídolo rubro-negro comentou um pouco sobre o atual momento da equipe de Renato Gaúcho.

"Acho que está no caminho certo, pois o Flamengo se organizou tem muito tempo. Renato Gaúcho também é inteligente, ele sabe. Ele já jogou, então é uma coisa muito importante até para o time, tem uma experiência para o time. Ele vem fazendo um trabalho maravilhoso. Tenho toda certeza do mundo que mesmo se não for campeão, irá chegar à final se continuar desse jeito", disse o ex-jogador antes de completar:

"Acho que é continuidade. Se estiver em uma continuidade boa, acho que é difícil parar o time. Tem entrosamento, os jogadores já sabem onde você está, não precisa nem olhar. Quando se tem um conjunto, um grupo de verdade unido, é difícil ganhar. Com certeza vai ser muito difícil ganhar do Flamengo", afirmou.

Adriano também falou sobre o retorno da torcida. Na opinião do ex-jogador, a presença de público faz total diferença na atmosfera do jogo, já que afeta na concentração da equipe visitante. Para a partida desta noite, 35 mil torcedores estarão presentes nas arquibancadas do Maracanã, cerca de 50% da capacidade do estádio.

"Não tem jeito, a torcida é um jogador a mais dentro de campo. Sempre foi. Vai ser difícil para o Barcelona, com certeza. O Maracanã faz a diferença, jogar dentro de casa, já conhece o campo, a torcida, a concentração é maior. Quem está fora de casa, querendo ou não, fica bem mais nervoso, e afeta a concentração", opinou.

O Imperador aproveitou para comentar a respeito da boa fase de Gabigol com a camisa do Flamengo e para falar sobre as comparações que frequentemente são feitas entre ele e o atual camisa 9.

"Ele é goleador igual a mim (Gabigol), não tem como não comparar. Não só eu, como ele, todos os torcedores. A nossa função é fazer gol para ajudar nossa equipe. Ele está vivendo um momento muito bom, está no caminho certo. Antigamente, a torcida pegava muito no pé dele, como já pegou no meu também. Não só torcedores, como jornalistas, mas é a fase que a gente passa. Conseguimos seguir aquela estrada e treinamos para isso, para fazer gol, fazer com que a nossa equipe tenha a vitória", salientou o ídolo Rubro-Negro.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!