Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » ESTUDO!

Estudo revela lista com jogadores mais bem pagos do Campeonato Brasileiro; confira!

Campeonato Brasileiro de 2020 foi o escolhido para a análise dos salários dos jogadores

Redação Publicado em 29/04/2021, às 14h43

Campeonato Brasileiro de 2020 foi escolhido como parâmetro para análise dos jogadores
Campeonato Brasileiro de 2020 foi escolhido como parâmetro para análise dos jogadores - GettyImages
Um novo estudo realizado por dois sites esportivos examina o valor total dos 18 jogadores mais caros do Campeonato Brasileiro de 2020 para estabelecer a quantia de cada um ao longo da última temporada. 
 
O salário ganho por minuto jogado e a performance em campo são normalizados em uma escala de 1 a 5 (5 = melhor desempenho) para descobrir quais os mais supervalorizados e os subvalorizados, e determinar se valeram o investimento para seus times.  
 
 
Segundo a análise, 50% dos mais caros são meias ou atacantes, com destaque para Gabigol e Dani Alves que ganharam mais de R$ 1,4 milhão por mês. O artilheiro Gabriel Barbosa, que jogou só 50% da temporada, contribuiu com apenas 4% das assistências para o Flamengo e está sendo supervalorizado por seu time.
 
De acordo com o estudo, 44% dos esportistas receberam um salário acima de sua atuação em campo, seguido de 38% que receberam menos do que mereciam. Só Paolo Guerrero, Artur Victor e Dani Alves (17%) receberam recompensa justa pelo seu esforço. 
 
As equipes de Internacional, São Paulo e Bragantino participaram dos poucos que lucraram e responderam pela mesma moeda. Dani Alves, o 2º mais bem pago, está entre os 17% com salário mais justo. 
Só com um gol no marcador, o atleta contribuiu com 2% de gols para seu time, mas compensou o São Paulo por ser o jogador com mais passes e defesa/marcação dos 18 atletas analisados. Já o argentino Germán Cano, em 8º lugar na tabela salarial, recebeu um pouco mais de R$ 504 mil mensais e foi um dos 39% dos 18 que mereciam salário mais alto. 
 
Com apenas uma assistência, o atleta esteve ao mesmo nível de Gabigol em termos de gols marcados (14) e é o terceiro que mais tempo jogou em campo (83.60%). Cano é o único atleta atuando no Rio de Janeiro com salário abaixo de seu desempenho.
 
Keno, um lugar acima de Germán na posição salarial, tem também salário abaixo de seu comportamento: com 10 gols e com maior número de assistências (8) dos 18 jogadores estudados, teve uma contribuição maior em gols para seu time (38%) do que Dani Alves (2%).
 
Paolo Guerrero, atacante do Internacional, o único a atingir o nível ótimo (5) na escala de desempenho, só jogou 231 minutos na temporada (7%) e foi o atleta que mais recebeu por minuto jogado dos 18 examinados.
Do outro lado do campo, Gil, zagueiro do Corinthians, é o único entre os 4 defensores analisados que goleou, colaborando em cerca de 5% em gols para sua equipe. Gil jogou mais do que todos os jogadores (95%), e obteve um salário aproximado de R$ 740 mil por mês. 
 
É o mais bem pago de todos os outros defensores, mas o Corinthians devia ter investido menos nele. Ramires, o ex-meia central do Palmeiras estava ganhando à volta de R$ 1,2 milhão, ocupando o 3º lugar dos mais bem pagos. Porém, estava sendo supervalorizado por seu plantel.
 
O estudo também prova que o Athletico PR não pagou para Richard o salário elevado que ele merecia. O esportista ficou em segundo lugar dos 18 jogadores estudados com mais defesa/marcação por jogador. 
 
No meio campo, só o Santos deu a Carlos Sánchez o que ele justamente merecia. É o 3º com menos tempo jogado (apenas 22%) da competição e recebeu um salário mensal similar a R$ 390 mil, posicionando-se nos últimos 5 da tabela salarial.

ENTENDA O ESTUDO!

 
O valor do salário anual foi dividido pelo total de minutos jogados por cada atleta em campo e normalizado em uma escala de 1 a 5. 
 
Para saber a performance dos jogadores, os valores totais dos gols, assistências, passes, intercepções, defesas/marcações, cartões vermelhos e amarelos na temporada foram também tidos em conta e normalizados em uma escala de 1 a 5. 
 
A valoração é o resultado conjunto da análise da escala salarial e performance já normalizados. As comparações realizadas neste estudo não fazem referência ao número total de jogadores do Brasileirão, mas sim aos 18 jogadores selecionados.
 
Os dados foram recolhidos de Fbref.com e Capology.com. Os valores são apresentados em reais.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!