Sportbuzz
Testeira
Futebol / COMPLICADO

Eriksen terá que passar por cirurgia e usará desfibrilador cardíaco após mal súbito; saiba mais!

Procedimento que será feito em Eriksen não é permitido na Itália, dessa forma, ele pode ter que deixar a Inter de Milão

Redação Publicado em 17/06/2021, às 08h36

Eriksen, jogador da Inter de Milão em campo com a camisa do clube - GettyImages
Eriksen, jogador da Inter de Milão em campo com a camisa do clube - GettyImages

Um alívio para os torcedores saber que Eriksen está bem. Depois de sofrer um mal súbito durante partida da Eurocopa, a Federação Dinamarquesa informou que o jogador será submetido a uma cirurgia para a introdução de um desfibrilador no coração.

O objetivo da cirurgia nada mais é do que fazer com que esse tipo de mal súbito que Eriksen teve, não aconteça mais. Dessa forma, o procedimento vai corrigir o desnível no ritmo dos batimentos cardíacos do coração do jogador da Inter de Milão.

"Após Christian ter sido submetido a diferentes exames no coração, foi decidido que ele deveria ter um ICD (sigla em inglês para cardioversor desfibrilador implantável, CDI). Esse dispositivo é necessário depois de um ataque cardíaco devido a distúrbios de ritmo cardíaco", informou Morten Boesen, médico da Seleção Dinamarquesa.

"Christian aceitou a solução, e o plano foi confirmado por especialistas nacionais e internacionais que recomendam o mesmo tratamento", completou o profissional.

Para não ter que passar por esse momento sozinho, Eriksen pode ter como inspiração o jogador Daley Blind. Em 2019, o atleta holandês passou por um procedimento parecido depois de receber o diagnóstico de miocardite.

Por conta disso, o defensor precisou colocar um marcapasso para evitar a arritmia, e assim, continuar jogando futebol.

No entanto, a cirurgia que pode devolver Eriksen para o mundo da bola, pode deixá-lo bem longe da Inter de Milão. Isso porque esse tipo de procedimento não é aceito na Itália em jogadores profissionais.

E parece que não terá uma exceção. De acordo com o jornal "Gazzetta dello Sport", as leis italianas são bem severas em relação a isso, e não permitem que um jogador atue depois da realização dessa cirurgia em específico.

Eriksen está bem!

 

Alguns dias depois de ter tido um mal súbito dentro de campo, na partida da Eurocopa, e deixado o mundo todo apreensivo por notícias, Christian Eriksen publicou uma foto em suas redes sociais nesta terça-feira, 15, atualizando sobre seu estado de saúde e tranquilizando os fãs.

Ainda internado, e na foto, na cama do hospital, Eriksen disse estar bem, dadas as circunstâncias, e ainda agradeceu todo o carinho e apoio que vem recebendo desde o fatídico dia que pode ter mudado a sua vida para sempre.

Eriksen também disse que agora vai ficar de olho na Seleção da Dinamarca durante as partidas da Eurocopa e que agora vai torcer pelos seus companheiros, pedindo que eles joguem por todos do país.

"Olá a todos. Muito obrigado por seus doces e surpreendentes cumprimentos e mensagens de todo o mundo. Isso significa muito para mim e minha família. Estou bem - dadas as circunstâncias. Ainda tenho que fazer alguns exames no hospital, mas me sinto bem. Agora, vou torcer pelos meninos da seleção da Dinamarca nas próximas partidas. Jogue por toda a Dinamarca. Christian", escreveu o jogador.

Claro que não demorou nada para que a publicação alcançasse milhões. Para se ter ideia, na primeira meia hora em que ficou no ar, a foto de Eriksen atingiu 500.000 pessoas, e na primeira hora, 1 milhão de seguidores.

No momento da publicação desta matéria, a publicação de Eriksen já conta com mais de 2 milhões de curtidas, e diversos comentários de seguidores, fãs, clubes, e os amigos preocupados com a saúde do atleta.

Neste sábado, 12, Eriksen teve um mal súbito durante a partida entre Dinamarca e Finlândia, pela estreia das equipes na Eurocopa. Um pouco antes do intervalo, o astro da Inter de Milão desabou de cara no chão e ali ficou.

O capitão da Seleção Dinamarquesa, Simon Kjaer e o árbitro, Anthony Taylor foram elogiados por terem tomado atitudes rápidas, que certamente contribuíram para que Eriksen continuasse vivo. Enquanto isso, os médicos trabalharam para salvar a vida dele ainda dentro de campo.

Mesmo que minutos mais tarde todos tenham sido informados de que o jogador estava vivo e estável em um hospital de Copenhagen, também foi explicado o quão perto Eriksen esteve da morte. O médico da equipe dinamarquesa, Martin Boesen, disse que não conseguia encontrar o pulso do jogador, e que por alguns segundos, ele havia partido.

A causa do mal súbito de Eriksen ainda é desconhecida, mas o próprio jogador já havia indicado, nesta segunda-feira, 14, em conversa com seu empresário, que não vai desistir até descobrir o que aconteceu. Isso porque o atleta nunca havia apresentado problemas no coração.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!