Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » LIBERTADORES

Emocionado, Marinho pede desculpas aos torcedores do Santos: “Não consegui ajudar”

Camisa 11, que foi eleito o melhor jogador da Libertadores, reconhece atuação na final: “Hoje não consegui ser o Marinho”

Redação Publicado em 30/01/2021, às 20h08

Emocionado, Marinho pede desculpas aos torcedores do Santos: “Não consegui ajudar”
Emocionado, Marinho pede desculpas aos torcedores do Santos: “Não consegui ajudar” - GettyImages

Eleito o melhor jogador da Libertadores 2020, o atacante Marinho lamentou a derrota do Santos por 1 a 0 para o Palmeiras, no Maracanã, pela final da competição. O camisa 11 do Peixe reconheceu que teve uma atuação apagada e pediu desculpas aos torcedores.

Em entrevista à Fox Sports, o atacante fez uma emocionante declaração e destacou os trabalhos individuais e da equipe. Sem conseguir conter as lágrimas, ele lamentou não ter conseguido “ser o Marinho que vinha sendo”.

O Palmeiras garantiu a vitória nos acréscimos do jogo, com gol de Breno Lopes, que entrou no segundo tempo e aproveitou um cruzamento de Rony, para marcar de cabeça.

“Era o último lance. Acabamos ali... Em um cruzamento do Rony, em uma felicidade, o atacante deles conseguiu fazer o gol. Não tem como a gente ficar lamentando muito. Foram duas equipes que chegaram por méritos. Sonhei em estar aqui, em dar o título para a nação santista. Eu me preparei muito. Hoje não consegui ser o Marinho, mas eu entendo uma coisa: os planos de Deus são totalmente diferentes dos meus. Eu fico triste porque não consegui ajudar muito meus companheiros”, disse.

“Entendo que lutamos até o final. Uma família que passou por muita coisa, desacreditado por muitos, mas ninguém vai tirar da gente que somos vencedores. Então, eu agradeço toda a nação, todo mundo que torceu por nós. E fico triste por não levar esse título para o torcedor que merece, mas vida que segue. Vamos continuar trabalhando, honrando a camisa. Peço desculpa ao torcedor, sei o peso que carrego nessa camisa e fico triste por não conseguir ser o Marinho que eu vinha sendo”, continuou.

Marinho exaltou a união do elenco do Santos e agradeceu ao técnico Cuca.

“Fico emocionado porque é o título que sonhei, pela família que a gente criou. Mas a gente sabe que alguém ia ter de ganhar. Infelizmente a gente não conseguiu hoje. A lição que a gente tira é continuar sendo família. Ser família quando ganha, é fácil. Difícil é ser família quando perde. A gente está fechado, estamos juntos. Agradecer ao professor Cuca, que nos ajudou muito e nos deu confiança para chegar até aqui. Agora, é trabalhar. Como falei, ninguém vai tirar da gente que somos vencedores”, completou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!