Sportbuzz
Testeira
Futebol / #FUTEBOLSEMPRECONCEITO

Em forma de protesto, estátua de Pelé amanhece com camisa número 24

Grupo que fez a ação não se identificou por questão de segurança

Lucas Miluzzi Publicado em 16/01/2020, às 19h31 - Atualizado às 19h58

Estátua homenageia o rei do futebol - Reprodução/Twitter
Estátua homenageia o rei do futebol - Reprodução/Twitter

A estátua Rei Pelé, que está localizada na cidade de Santos, amanheceu de maneira diferente do que o habitual. O novo visual dela é resultado de um protesto contra a homofobia no futebol. A iniciativa surgiu após a declaração de Duílio Monteiro Alves na apresentação de Victor Cantillo, na última sexta-feira, 10.

O grupo que fez essa ação não quis se identificar por questão de segurança, mas imagem viralizou na internet com a #FutebolSemPreconceito. Atualmente, a CBF tem realizado diversas campanhas contra a homofobia no esporte e, além dela, o STJD se uniu a campanha e providenciou algumas medidas como multas, suspensões e perdas de mando de jogo.

ENTENDA O CASO:

Na última sexta-feira, 10, o Corinthians apresentou Victor Cantillo como seu novo reforço para está temporada. Porém o que era para ser uma coletiva focada nas declarações do jogador, acabou sendo ofuscada por uma piada homofóbica do diretor de futebol, Duilio Monteiro Alves.

Na ocasião, o dirigente fez uma abordagem infeliz ao falar: "24 aqui não".  Para quem não sabe, esse é o antigo número que o colombiano utilizava no Junior barraquilla. O número 24, no Brasil, é associado ao jogo do bicho, onde o numeral representa o animal veado. Com isso, nas redes sociais, as pessoas logo perceberam que se tratava de uma piada homofóbica.

Horas depois do ocorrido, Duílio veio a público, por meio de suas redes, sociais e pediu desculpa sobre o ocorrido. Além disso, ressaltou que o clube é o "time de todos" e que o próprio o Corinthians utiliza dessa frase para se promover sua marca.

"Boa tarde a todos. Em primeiro lugar, eu quero me desculpar pela brincadeira infeliz e informal que fiz antes da apresentação do atleta Victor Cantillo. O Corinthians é o time do povo, é o time das minorias, é o time de todos, e sempre usa sua marca em favor de campanhas contra qualquer tipo de preconceito. Não temos nenhum problema com o número 24", disse.

O cartola ainda lembrou que Cássio, um dos maiores ídolos da história do Timão, utilizou a camisa 24 na campanha do único título da Libertadores daAmérica conquistado no ano de 2012.

"Em 2012, quando eu também era diretor de futebol, fomos campeões invictos da Libertadores. E nosso goleiro, Cássio, um dos maiores ídolos de toda a nossa história, usou essa camisa. O Cantillo usará a 8 em homenagem a Freddy Rincón, um meio-campista, também colombiano, campeão do mundo em 2000 e um grande ídolo de nossa torcida. Quero deixar claro que tenho total respeito a tudo e a todos. Um grande abraço", concluiu.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Minhas desculpas pela brincadeira infeliz e meu respeito a todos! #PreconceitoNão #RespeitoSim

Uma publicação compartilhada por Duilio Monteiro Alves (@duiliomalves) em


5 itens do seu time do coração que você não pode ficar sem

1- Camisa Adidas São Paulo 2018 - https://amzn.to/31uv12K

2- Livro Maquete 3D Estádio Vila Belmiro - https://amzn.to/2IZ3AaY

3- Mochila Corinthians - https://amzn.to/2psy3ax

4- Caneca com Abridor,  Flamengo - https://amzn.to/31uUJnQ

5- Fone de Ouvido Cruzeiro - https://amzn.to/33GhR4d

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

      

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!