Sportbuzz
Testeira
Futebol / FALA, MATADOR!

Em entrevista, Germán Cano revela contato de outros clubes mas despista: "Não quis sair"

Cano, atacante do Vasco da Gama, falou sobre propostas, momento na série b, sobre apoio às causas sociais e mais

Redação Publicado em 17/08/2021, às 09h35

Germán Cano falou sobre momento do Vasco e mais - Getty Images
Germán Cano falou sobre momento do Vasco e mais - Getty Images

Na noite desta segunda-feira, 16, Germán Cano foi o convidado do 'Bem Amigos', no SporTV, e abriu o jogo sobre diversos temas. Sendo um jogador um pouco mais reservado, mas muito talentoso, Cano falou sobre seu engajamento em causas sociais, sobre a permanência no Vasco e sobre os objetivos da temporada.

Na equipe desde o início de 2020, Cano continua atuando no Vasco em meio a mais um capítulo conturbado na história do clube. Ainda assim, mesmo recebendo contato de outros clubes, o atacante optou por continuar no Gigante da Colina.

"Recebi propostas de times do Brasil e do exterior, mas não quis sair. Preferi ficar e dar o meu melhor ao time para que possamos subir. Eu queria ficar no Vasco. Estou muito bem e não tinha nada a ganhar ao sair", falou o camisa 14.

Além disso, o jogador traçou objetivos com a cruz de malta no peito e revelou que tem um sonho para esta temporada.

"Subir para a Primeira Divisão com o Vasco, é o meu sonho a curto prazo. Agradeço ao futebol, a todos os times que joguei e agora o que quero é desfrutar o melhor no Vasco, aproveitar a vida aqui. Sei que a minha carreira agora é um pouco mais curta, estou nos últimos anos e quero aproveitar cada momento. Quero ser feliz dentro do campo, o dia que eu não estiver feliz, eu paro de jogar", falou o jogador.

 

O argentino também comentou sobre o seu engajamento em causas sociais. Em um dia que se comemorava o orgulho LGBTQIA +, Cano balançou as redes e ergueu a bandeira que mostra a representatividade e a busca pelos direitos da comunidade.

"Essa comemoração aconteceu sozinha, eu não atuei nada. Aconteceu, eu fiz o gol, e a primeira coisa que pensei foi ir ao escanteio e levantar essa bandeira, porque hoje estamos passando por muitas coisas ruins. As pessoas são iguais, e temos que respeitar, e temos que ter igualdade de condição para todos, independente do que gostem e do que não gostem, se gostam de homem ou de mulher, tem que ser igual para todo mundo", falou o jogador.

Agora, o jogador se prepara para a partida contra o Londrina, que pode ser decisiva para as duas equipes. Para o Vasco, a vitória é importante para grudar ainda mais no pelotão de cima da competição. Por outro lado, se o Londrina vencer, pode empurrar o Cruzeiro de volta para o Z4, caso o Cabuloso saia derrotado contra o Náutico.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!