Sportbuzz
Testeira
Futebol / CHEGOU O COMANDANTE!

Em apresentação, Fernando Diniz é claro: "Não vim para um time da Série B, vim para o Vasco"

Fernando Diniz já pega o comando do Vasco para a partida contra o CRB, pelo Brasileirão Série B

Redação Publicado em 13/09/2021, às 13h49

Fernando Diniz durante entrevista coletiva de apresentação no Vasco - Transmissão Vasco TV
Fernando Diniz durante entrevista coletiva de apresentação no Vasco - Transmissão Vasco TV

Nesta segunda-feira, 13, Fernando Diniz foi anunciado oficialmente como o novo treinador do Vasco. Depois de fazer o treino com o elenco, o comandante deu sua primeira coletiva em seu novo clube, e em sua primeira resposta, exaltou a grandeza da equipe carioca.

 

"Não vim para um time de Série B, eu vim para o Vasco. O Vasco é um gigante. Dentro e fora de campo. Sempre se posicionou do lado certo da história. Tem muitas coisas no Vasco que me comovem. Estou muito feliz de estar aqui", disse o treinador.

O primeiro contato de Fernando Diniz com o grupo de jogadores do Vasco foi neste domingo, 13, e a estreia vai acontecer na quinta-feira, 16, em Maceió, diante do CRB, pelo Brasileirão Série B.

Ocupando a décima posição, com 32 pontos somados, o time de São Januário tem oito a menos do que o último integrante do G4. Apesar disso, Fernando Diniz diz não temer o desafio de fazer o Vasco subir para a Série A.

"Para mim certamente é motivo de empolgação. Me senti desafiado, e tenho prazer de estar no Vasco. Um time grande, gigante. O feeling, o que senti no coração foi de rapidamente acertar, e poder me apresentar e dar treinamentos. Tem o tamanho do Vasco, minha relação com o Vasco e o elenco que foi montado. Um elenco de bastante qualidade para todos juntos buscarmos o acesso", apontou confiante.

O treinador ainda falou sobre a possibilidade de novas contratações para o elenco agora montado por ele. Diniz sabe das restrições financeiras, e indicou que apesar de ele gostar mais do estilo ofensivo, não muda a necessidade de saber se defender.

"Quanto à contratação, a gente está vendo internamente. O elenco eu gosto muito. Um ou outro que trabalhei. Joguei contra e outros que quis levar e não consegui. Sobre modelo, tem coisas mais importante. O fato de eu gostar de ser mais ofensivo não muda a necessidade de saber se defender", apontou.

"Ao longo da minha carreira vou melhorando dia a dia. Toda vez que o time ataca muito bem, provavelmente vai estar se defendendo bem. A gente tem que saber atacar, de modo que consiga se defender. Nesse modelo vou apostar. Tem time que joga de maneira reativa e faz bastante gol. Tem time que joga com a posse e não consegue fazer tanto gol assim. A gente tem que achar uma maneira que o time consiga jogar bem, propor o jogo e que fique protegido, é o que a gente vai tentar fazer até o final do ano", completou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!