Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Futebol / RACISMO NÃO

Edenilson revela ter recebido ofensas: "Chamado de mentiroso, surdo"

Edenilson reafirmou a acusação de racismo contra o jogador do Corinthians, Rafael Ramos; volante falou pela primeira e única vez sobre o assunto

Redação Publicado em 18/05/2022, às 08h38

Edenilson, jogador do Internacional - GettyImages
Edenilson, jogador do Internacional - GettyImages

Edenilson falou pela primeira e única vez sobre o caso de racismo que sofreu pelo lateral-direito do Corinthians, Rafael Ramos, no confronto entre o time paulista e o Internacional no último sábado, 14, em partida válida pela 6ª rodada do Brasileirão. Desde a acusação feita pelo jogador Colorado, ele vem recebendo críticas e até mesmo xingamentos.

Apesar desse momento mais do que complicado, Edenilson foi o melhor em campo na vitória do Internacional sobre o Independiente Medellín, por 2 a 0 na noite desta terça-feira, 17, pela Sul-Americana, onde marcou os dois gols. No primeiro, na hora da comemoração, cerrou o punho no ar representando o símbolo universal de protesto contra o racismo.

Canal - SportBuzz

Foi na entrevista coletiva concedida depois da partida no Beira-Rio que Edenilson reafirmou tudo o que ouviu o atleta do Corinthians, que o teria chamado de "macaco". Além disso, o jogador contou que não vai mudar a sua postura, já que segundo ele, chegou a dar a oportunidade de Rafael Ramos se retratar do que disse, mas o português preferiu ficar calado.

Apesar disso, o volante comentou sobre o lado contrário, das pessoas que não foram até as suas redes sociais para apoiá-lo. De acordo com ele, depois do momento em que acusou o jogador do Corinthians de racismo, houveram julgamentos de que teria distorcido as palavras do português, ou até mesmo que teria ouvido errado.

Edenilson e Rafael Ramos em campo
Edenilson e Rafael Ramos em campo (Crédito: GettyImages)

"Fui bastante julgado, chamado de mentiroso, surdo. Bem complicado os fatos serem distorcidos. As imagens estão ali para ser analisadas. A única coisa que espero é que não me julguem, não quis dar entrevista para respeitar a carreira do rapaz, assim como não entendi o porquê do xingamento", disse antes de completar.

"Queria ouvir um pedido de desculpas, que (Rafael Ramos) assumisse o erro, e a gente fosse no delegado, se teria uma pena menor caso assumisse a culpa. Mas estou aqui no Inter há cinco anos. Eles me deram força, me ajudaram a focar no jogo, esquecer, me divertir", contou Edenílson, que no dia seguinte ao acontecido publicou um texto nas redes sociais.

Ainda que esteja nessa situação, o jogador do Internacional falou que não tem a menor intenção de abandonar as suas convicções. Edenílson disse que seu objetivo não é fazer "vitimismo" depois da acusação de discriminação, e que agora vai esperar que os órgãos responsáveis tomem as devidas providências contra o atleta Alvinegro.

"Sou pai de família, tenho certeza que ele (Rafael) tem família que está em outro país. Esse é o meu jeito, tento ver bondade, não quis julgar, expor. Apenas quero que a verdade venha. Foi o que aconteceu foi o que eu ouvi. Quero que as autoridades resolvam. Não quero fazer um vitimismo, só quero que a verdade venha, se ela realmente vier. Tenho certeza do que ouvi, isso não muda, não volta atrás", disse o jogador.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!