Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Futebol / VEM MAIS?

E o camisa 10? Santos quebra o silêncio sobre contratação de reforços

O Santos abriu o jogo sobre a chegada de um camisa 10 e também de reforços para a próxima temporada; quatro jogadores chegaram até o momento

Redação Publicado em 22/12/2022, às 12h16

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
O Santos abriu o jogo sobre a possibilidade da chegada de um camisa 10 e de mais reforços - Ivan Storti/Santos FC
O Santos abriu o jogo sobre a possibilidade da chegada de um camisa 10 e de mais reforços - Ivan Storti/Santos FC

O Santos quebrou o silêncio sobre a chegada de mais reforços para Odair Hellmann. O clube oficializou a chegada de quatro atletas na última semana e a tendência é de que mais jogadores reforcem o clube. Muitos torcedores, inclusive, esperam pela chegada de um meia-atacante e Paulo Roberto Falcão comentou em relação a possibilidade da contratação de um camisa 10. 

A urgência por um meio campista de ligação ficou ainda maior nesta quinta-feira, 22, depois que Carlos Sánchez foi afastado por problemas cardíacos. Paulo Roberto Falcão, durante a coletiva de imprensa, foi perguntado sobre a possibilidade da contratação de um jogador para a posição e o coordenador técnico acabou surpreendendo na sua resposta. 

"O que significa o meia? O que faria o meia? Se fala de meia como jogador criativo, podemos ter criatividade na lateral, como Daniel Alves e Marcelo. Eles organizavam o jogo sem serem meias de ligação. O Liverpool foi o melhor do mundo sem meia de ligação. É meio utópico, são alguns vícios de futebol. Temos que tomar cuidado com algumas coisas. Tenho visto falar em meia, mas o Santos tem suas limitações", afirmou.

"Recebo uns 600 perfis de jogadores por dia no Instagram. O Santos estabeleceu dois ou três por função. Não tem Plano A, B ou C. Existiu esforço para fechar logo para começarmos a temporada. Começamos no dia 14, e precisamos de mais tempo para conhecermos os jogadores e as necessidades. Temos 37 jogadores e vamos observar a todos com calma. Se houver necessidade, podemos buscar alguém. Mas o momento atual é de observação", seguiu.

Carlos Sánchez
Carlos Sánchez tem problemas cardíacos e virou desfalque de última hora para o Santos (Crédito: Ivan Storti/Santos)

Paulo Roberto Falcão destacou que mais reforços vão chegar ao clube, mas destacou que o Santos tem cautela no mercado para não errar nas contratações. O dirigente sabe das necessidades de Odair Hellmann, porém ressaltou que a situação financeira delicada do clube tem feito com que o Peixe não avance tanto no mercado da bola. 

"O Santos fez investimentos nos quatro jogadores, não foram baratos. Faremos um time competitivo, que vai brigar. Estamos começando o trabalho agora, outros times estão prontos há mais tempo. Isso precisa ser levado em consideração. Tudo isso tem um tempo, não acontece de uma hora para a outra. Não estamos fechados, muitos jogadores falam que fomos atrás e esbarramos na situação financeira. Os quatro que chegaram vieram via investimento. Estamos de olho no mercado, mas precisamos escolher bem quem está no nosso grupo", finaliza.