Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » VISH!

E agora, Suárez? Craque do Uruguai testa positivo para Covid-19 e não enfrenta Seleção Brasileira

Atacante vai ser a terceira baixa do time celeste para a partida contra o Brasil

Redação Publicado em 16/11/2020, às 17h30 - Atualizado às 18h27

Suárez em ação pela Seleção do Uruguai
Suárez em ação pela Seleção do Uruguai - GettyImages

A Seleção do Uruguai vai ter um grande problema para a partida contra o Brasil nesta terça-feira, 17, no Estádio Centenário, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo. Isso porquê, Óscar Tabárez não poderá contar com seu principal artilheiro na competição, Luis Suárez.

O craque do Atlético de Madrid acabou testando positivo para a Covid-19 nesta segunda-feira, 16, e acabou recebendo a notícia de que não poderá atuar contra Brasil e Barcelona. Outros que também não atuaram contra a Seleção Brasileira serão Viña e Rodrigo Muñoz

Para o lugar de Suárez, o treinador do Uruguai deve colocar Darwin Nuñez, que vem se destacando com Jorge Jesus no Benfica, de Portugal. O atacante completará o ataque celeste ao lado de Edinson Cavani, do Manchester United. 

E O BRASIL?

A Seleção Brasileira já está definida para o confronto diante do Uruguai, nesta terça-feira, 17, às 20h(horário de Brasília), fora de casa, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo. Tite, como de costume, não escondeu o jogo e deixou claro quem serão os 11 iniciais da partida. 

De acordo com o treinador, a equipe deve ser praticamente a mesma que enfrentou a Venezuela, na última sexta-feira, 13, no Estádio do Morumbi. A única mudança que pode pintar no time titular é a saída de Allan para a entrada de Arthur

Sem dar muitos detalhes, o técnico da Seleção Brasileira revelou que o meio-campista do Everton, da Inglaterra, está com uma lesão e é dúvida para o jogo. Com isso, o Brasil vai a campo com o que tem de melhor contra o time de Suárez e Cavani

Segundo Tite, a seleção canarinha vai a campo com: Ederson Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Renan Lodi; Allan (Arthur), Douglas Luiz e Everton Ribeiro; Gabriel Jesus, Roberto Firmino e Richarlison.

Além de confirmar os titulares, em entrevista coletiva, o comandante brasileiro também deu mais detalhes sobre a forma como o Brasil deve atuar contra o Uruguai. De acordo com ele, o adversário possui características bem diferentes do que a Venezuela e pode trazer mais espaços no setor de ataque. 

"Esse jogo tem características diferentes. Jogar contra a Venezuela em casa, tem uma proposta do adversário. O Uruguai jogando dentro da sua casa é uma outra proposta. Nós vamos ser mais exigidos defensivamente do que fomos contra a Venezuela. Paralelamente a isso nós vamos ter mais espaços para criações ofensivas. É um jogo que se caracteriza com estratégias, formas e ideias de futebol diferente de um jogo para o jogo. Essa é a preparação que a gente procurou fazer", afirmou. 

Ele ainda seguiu falando sobre as três últimas vitórias do Brasil em cima da Seleção Uruguaia e fez algumas ponderações sobre os adversários desta terça-feira, 17. 

 "Nós fizemos as três vitórias, sim, contra as três últimas seleções da classificação. As duas primeiras vitórias criando e fazendo bastante gol, jogando bonito e tendo resultado. Na terceira não deu para jogar bonito, mas teve a consistência e teve a vitória. Talvez elas não briguem para classificar, mas daqui a pouco elas vão atrapalhar a classificação de alguém. Vamos enfrentar o Uruguai, uma equipe que vem sólida. Tradicionalmente um clássico, uma gama de envolvimentos com peso de camiseta, com atletas de alto nível e esse nosso processo de afirmação da equipe", concluiu.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!