Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » VISH!

E agora, Sampaoli? Treinador do Atlético-MG pode ser suspenso por até seis jogos; entenda!

Argentino estava na mira do STJD e será denunciado depois de estar presente na partida contra o Flamengo, quando estava suspenso

Redação Publicado em 17/11/2020, às 14h04 - Atualizado às 14h58

Jorge Sampaoli foi um dos destaques da última temporada no futebol brasileiro
Jorge Sampaoli foi um dos destaques da última temporada no futebol brasileiro - GettyImages

Jorge Sampaoliterá que se explicar ao STJD nos próximos dias, depois de marcar presença nos camarotes do Mineirão na goleada sobre o Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro. A Procuradoria do Tribunal Superior de Justiça Desportiva vai denunciar o treinador argentino, que na oportunidade estava suspenso do jogo pelo terceiro cartão amarelo. 

De acordo com o site Yahoo, a denúncia vai se basear no artigo 191 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. O texto referente a esse código esclarece que "deixar de cumprir ou dificultar o cumprimento de obrigação legal ou de regulamento geral ou especial de competição". 

Sendo assim, o clube teria que pagar uma multa, que varia entre os valores de 10 mil reais e 100 mil reais. Pelo lado de Jorge Sampaoli, ele se encaixaria no código 258 que afirma: "Assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras deste Código".

Com isso, o treinador pegaria uma supensão que poderia ser de até seis jogos. Vale lembrar, que no último dia 10 de novembro, em entrevista para a Rádio Itatiaia, Ronaldo Piacente, procurador do STJD, deu maiores detalhes do que pode acontecer com Jorge Sampaoli.

É importante ressaltar, que não há regra que pune a presença do treinador no estádio, porém existe um limite de 42 pessoas nas comitivas dos clubes para os jogos. Além disso, o comandante argentino utilizou seu celular para falar com sua comissão durante o jogo. 

"Provavelmente oferecerá denúncia. A questão aposta é a seguinte: hoje, com a questão da Covid-19, a regra da CBF é de 42 integrantes, obviamente com comissão técnica e atletas. O que essas 42 pessoas vão fazer lá: trabalhar. Não pode como torcida, não pode ficar na arquibancada assistindo a jogos. E o Sampaoli não poderia estar lá. Então, infringiu a regra, e a Procuradoria atuará no caso do Sampaoli, inclusive, já está sob análise da Procuradoria", afirmou o procurador. 

Ronaldo Piacente também comentou em relação a uma provável denúncia de uso de celular do argentino durante a partida contra o Flamengo. O desafio fica em comprovar, que Sampaoli utilizou seu dispositivo para intervir na partida e ter diálogos com sua comissão. 

"Ele estava suspenso. Não pode comparecer nem sequer no setor de camarote. Temos dois fatos a serem analisados. E que serão analisados pela Procuradoria. Um deles é estar no estádio de forma irregular. E a outra é ele usar o telefone, com quem ele estava falando... Nas imagens não mostra que ele estava simultaneamente em contato com o técnico no banco de reserva", concluiu.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!