Sportbuzz
Testeira
Futebol » VISH!

E agora, Messi? Barcelona sofre com dívidas e faz empréstimo de R$3,2 bilhões

Tentando renovar o contrato de Messi, Barcelona vive momento financeiro complicado

Redação Publicado em 18/05/2021, às 13h24 - Atualizado às 14h22

Barcelona sonha com Messi, mas vive momento financeiro complexo
Barcelona sonha com Messi, mas vive momento financeiro complexo - GettyImages

O Barcelonaestá tentando renovar o contrato de Messie também aproveitar para reforçar o seu elenco com nomes como Depay e Wijnaldum, que estão em reta final de vínculo com seus respectivos clubes. No entanto, os culés, em meio a todo esse planejamento, vivem um momento financeiro conturbado e acumulam uma dívida de R$7,72 bilhões. 

 

Um dos motivos para que o time chegasse nesse valor bruto foi a pandemia, que afetou diretamente o controle financeiro do Barcelona. Para tentar aliviar um pouco o valor bilionário, de acordo com informações da "ESPN", o Barça conseguiu um empréstimo de R$3,2 bilhões. 

Dessas quantias, cerca de R$643 milhões serão utilizados para pagar os salários atrasados de funcionários do clube e também de atletas. Essas dívidas pendentes serão pagas pelos catalães até o próximo dia 30 de junho. Vale lembrar, que as principais quantias pagas para os jogadores são feitas nos meses de dezembro e janeiro, além de uma boa parte ser quitada ao final de cada temporada europeia. 

Desta maneira, com todo o caos que o mundo vive devido ao coronavírus, o Barcelona não deixou de ser afetado e uma maneira encontrada por Laporta foi convencer os atletas de que o pagamento de uma boa parte dos salários seriam pagos ao final deste curso europeu. A publicação ainda revelou que o acordo entre presidente e atletas foi feito em março. 

A ideia do cartola foi justamente evitar qualquer tipo de problema com denúncias de salários atrasados, onde poderia ter sofrido algumas sanções da Associação dos Esportistas Espanhóis. Vale ressaltar que, como dito acima, da quantia bilionária ao qual o Barcelona deve, cerca de 265 milhões de euros serão pagos aos bancos até o dia 30 de junho. 

Além disso, o Barça também contava com a continuidade da Superliga, onde o campeonato poderia lhe oferecer uma quantia de 350 milhões de euros e seria fundamental para manter as contas em dia. Com o fim do torneio, os culés agoram procuram uma outra saída para conseguir escapar da crise financeira.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!