Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » SERÁ?

E agora, Barcelona? Koeman demonstra pessimismo sobre permanência de Messi: "Não estou muito confiante"

Treinador também revelou os bastidores da quase saída de Lionel Messi na última janela de transferências

Redação Publicado em 02/02/2021, às 13h55 - Atualizado às 14h47

Messi e Koeman em ação no Barcelona
Messi e Koeman em ação no Barcelona - GettyImages

Ronald Koeman não parece muito otimista sobre a permanência de Lionel Messi no Barcelona para a próxima temporada. Em entrevista ao "The Athletic", o treinador deixou claro que ainda não sabe nada sobre o futuro do atacante, mas que torce por sua permanência na Catalunha

 

"Não estou muito confiante. Tenho esperança porque continua sendo um grande jogador e continua a ganhar jogos conosco. Estou gostando de ser seu treinador. Se vissem a qualidade que tem nos treinos... É incrível. Chegou muito novo ao Barcelona e não o vejo a vestir outra camisa que não seja a do Barça”, disse. 

Vale ressaltar que, todo esse imbróglio de uma possível saída do argentino para o Manchester City ou PSG, começou a se dar depois da última edição da Champions League. O Barça, na oportunidade, perdeu de 8 a 2 para o Bayern de Munique e a partida fez com que Messi repensasse seu futuro. 

Depois esse período, o Barcelona demitiu seu Quique Setién e iniciou uma grande reformulação em seu elenco. Foi nesse momento, em que o atacante entendeu que poderia deixar o clube, mas acabou não conseguindo e coube ao recém chegado Ronald Koeman contornar o problema. 

O holandês deu detalhes dessa complicada fase na relação entre Messi e Barça. De acordo com o treinador, ele evitou ao máximo interferir nas conversas e deixou que o problema fosse resolvido entre as duas partes. 

Foi um momento difícil. Ele continua sendo o melhor, mas estava aborrecido com certas situações que se passavam no clube e não estava contente numa equipe que perdeu por 8-2 nas quartas-de-final da Champions com o Bayern de Munique. Estava chateado e queria ir embora. Quando cheguei, avisei que o problema não era meu, o clube e Messi é que deviam resolvê-lo. No final o Barcelona disse-me que não iam vendê-lo, que ele ia ficar. Foi difícil para o Leo, mas ele depois aceitou”, concluiu.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!