Sportbuzz
Testeira
Futebol / VISH!

Dirigente do Grêmio polemiza ao confundir Palmeiras e Guarani

O Grêmio vai enfrentar o Guarani na próxima rodada da série B e Denis Abrahão confundiu o Bugre com o Palmeiras; confira o que ele disse!

Redação Publicado em 16/04/2022, às 18h06

O dirigente do Grêmio se confundiu com o Palmeiras e Guarani - Transmissão Grêmio
O dirigente do Grêmio se confundiu com o Palmeiras e Guarani - Transmissão Grêmio

O Grêmio vai encarar o Guarani na próxima rodada da série B, mas Denis Abrahão confundiu os rivais com o Palmeiras. Em entrevista coletiva, realizada na última sexta-feira, 15, após a derrota para a Chapecoense, na Arena, o dirigente do Tricolor cometeu uma gafe e confundiu os rivais paulistas. Além disso, acabou dando uma declaração que chamou a atenção.

De acordo com Denis Abrahão, "ainda bem que é o Guarani" e não Palmeiras que será o rival do Grêmio na terceira rodada da série B do Brasileirão. O dirigente do Tricolor confundiu os dois times, pois ambos possuem as mesmas cores. Além disso, ele destacou que o confronto diante do Bugre será decisivo para o futuro do time gaúcho na competição. Lembrando que nos dois primeiros jogos, a equipe de Roger Machado perdeu uma e empatou outra. 

CANAL - SPORTBUZZ:

(A derrota) Vai doer um pouquinho hoje, amanhã. Já vamos trabalhar no sentido de levantar o moral e buscar os três pontos contra o Palmeiras. É decisivo o jogo contra o Palmeiras. Ou melhor, o jogo contra o Guarani. Desculpe, é que ambos são verde e branco. Ainda bem que é o Guarani", confundiu. 

ROGER MACHADO INCOMODADO COM A TORCIDA DO GRÊMIO!

Roger Machado em ação
Roger Machado não ficou satisfeito com a partida que o Grêmio fez contra a Chapecoense (Crédito: Lucas Uebel)
Hoje senti no primeiro tempo, em alguns momentos, pareceu que estávamos jogando como visitante dentro da nossa casa. Foi tema de conversa, empurrar a bola pro gol, isso impõe tecnicamente, fisicamente e moralmente. Existe um jogo emocional", afirmou durante a entrevista coletiva.

Roger Machado ainda seguiu falando sobre a pressão da torcida do Grêmio e relembrou que no segundo tempo a atitude mudou: "Hoje tinha três minutos de jogo quem estava atrás de mim estava pedindo pra trocar jogador em campo. O que a gente precisa entender é que a energia que a gente coloca pra fora vai retornar, mas em alguns momentos vamos precisar que o torcedor empurre a gente".


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!