Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » EXCLUSIVO

EXCLUSIVO: Destaque na base do Brasil e no Shakhtar, Marcos Antonio sonha com oportunidade na Seleção Olímpica

Com exclusividade ao SportBuzz, o meia-atacante de 19 anos falou sobre o clube ucraniano, seleções de base e quarentena

Gabriela Santos Publicado em 10/04/2020, às 11h10

Revelado nas categorias de base do Athletico Paranaense, Marcos Antonio agora brilha no Shakhtar Donetsk
Revelado nas categorias de base do Athletico Paranaense, Marcos Antonio agora brilha no Shakhtar Donetsk - Divulgação Shakhtar Donetsk

Nascido em Poções, interior da Bahia, Marcos Antônio se mudou para Curitiba aos 11 anos para ingressar no futebol. Cria das divisões de base do Athletico Paranaense, o meia-atacante de 19 anos assinou seu primeiro contrato profissional no Estoril, de Portugal, em 2018.

Hoje, o jogador está em sua segunda temporada pelo Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. Com contrato assinado desde fevereiro de 2019 por vínculo de cinco anos, Marcos já foi campeão do Campeonato Ucraniano e da Copa da Ucrânia.

Em entrevista exclusiva ao SportBuzz, o meia falou que prevê uma longa carreira no clube. Questionado sobre o que falta para ter “sua missão cumprida” no clube, Marcos afirmou que o termo não tem muito sentido para ele dentro do Shakthar, já que sempre procura trabalhar e evoluir muito.

“Acho que a palavra ‘missão’ no Shakhtar não existe porque eu procuro trabalhar muito aqui e tenho muitas coisas a crescer dentro do clube. Então, não tenho isso de ‘já cumpri a minha missão’. Mas eu quero conquistar muitas coisas, então, vou trabalhar para conseguir feitos maiores pelo Shakhtar. Isso é só o começo”, disse o meia.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Campeão da copa da Ucrânia 🏆⚒🙏

Uma publicação compartilhada por Marcos Antonio (@m.antonio00) em

Ainda que com pouca idade, Marcos Antônio já tem uma bagagem considerável no futebol. Ele não chegou ao time principal do Athletico-PR, mas iniciou sua carreira profissional disputando a segunda divisão do Campeonato Português. Para ele, a vivência no Estoril foi importante para adquirir maturidade na profissão.

“Foi muito boa [a chegada ao Estoril] porque eu não tinha experiência nenhuma como jogador profissional, só como atleta da base, e a minha ida a Portugal foi boa. Ganhei experiência no futebol português, e na segunda divisão, que é um campeonato bem disputado, onde eu fiz algumas partidas”, disse o meia do Shakhtar. 

“Eu peguei bastante experiência no Estoril e tive a oportunidade de jogar contra o Sport, que é uma grande equipe de Portugal”, acrescentou.

Após sua passagem pelo clube português, Marcos se transferiu para o Shakhtar, clube que tem vários brasileiros no elenco como Taison, Dentinho, Alan Patrick, Wellington Nem e Maycon, o que pode ter ajudado em sua adaptação ao futebol ucraniano e até mesmo ao país. Aos 19 anos, ele afirmou ter aprendido muita coisa no time ucraniano.

“Com o pouco da experiência que eu já adquiri no Shakhtar eu aprendi muita coisa. Só que eu procuro evoluir dentro do clube para poder conseguir mais coisas aqui dentro. Sei da grandeza que tem o clube e então é trabalhar. Eu vou conseguir isso só no dia a dia”, continuou. 

Marcos Antônio também ganhou notoriedade nas seleções de base. O meia-atacante defendeu o Brasil pela equipe sub-17 e foi campeão sul-americano invicto e terceiro colocado da Copa do Mundo da categoria em 2017.

No torneio do Chile, o jogador foi o maior destaque do Brasil, fazendo parte da seleção do campeonato. Ele foi o atleta que mais completou passes: 517 no geral e também 258 no campo do adversário. Pela Seleção Brasileira sub-20, ele comandou a maior parte das ações ofensivas da equipe na competição sul-americana, ainda que o Brasil não tenha tido um bom desempenho no torneio.

Com experiência nas seleções de base, Marcos Antônio sonha com o time principal e também com a Seleção Olímpica. Ele ainda não teve oportunidade na equipe de André Jardine, mas disse que trabalha para integrar a lista do técnico. Questionado se o adiamento dos Jogos Olímpicos para 2021 renovou suas esperanças, ele reafirmou que segue trabalhando.

“Eu ainda não tive nenhuma oportunidade de ir [para a Seleção Olímpica], com o professor Jardine. Mas sei que é muito difícil e isso eu tenho em mim, sei disso. Não é impossível. Só com trabalho a gente chega lá. É seguir e deixar as coisas acontecerem naturalmente que o resultado chega”, declarou.

Cumprindo quarentena na Ucrânia por conta da pandemia de coronavirus, Marcos Antônio segue os treinos dentro de casa. Focado na forma física para o retorno dos campeonatos, inclusive o jogo decisivo contra o Wolfsburg, da Alemanha, pela Liga Europa.

“Nesse período de quarentena em casa, a gente procura treinar porque não pode ficar totalmente parado, além de tomar as precauções: não sair para a rua, não ficar indo em lugares com muitas pessoas. Estou treinando todos os dias para quando retornar para os treinos estar bem”, disse.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

O trabalho não para. #StayHome

Uma publicação compartilhada por Marcos Antonio (@m.antonio00) em

“É uma coisa que tem que tomar muito cuidado, né? Não é uma coisa qualquer, tem que tomar todos os cuidados. E quando voltar o futebol, [o Shakhtar] tem jogos importantes, como o jogo de volta contra o Wolfsburg [pela Europa League] e o clássico na Ucrânia, contra o Dínamo. Vamos trabalhar para ficar em forma novamente, já que ficamos muito tempo parado, e poder jogar essas partidas decisivas”, acrescentou.

No dia 12 de março, antes da paralisação, o Shakhtar derrotou o Wolfsburg por 2 a 1, na Alemanha, pelo jogo de ida das oitavas de final da Liga Europa. E Marcos Antônio anotou um gol na partida que, segundo ele, foi uma das mais marcantes de sua carreira.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Vitória importante, seguimos na luta. ⚒⚒ @fcshakhtar

Uma publicação compartilhada por Marcos Antonio (@m.antonio00) em

“O jogo que me marcou foi contra o Wolfsburg porque eu fiz um gol em um campeonato tão importante que é a Europa League. Então, esse jogo para mim vai ficar marcado”, concluiu.

A partida de volta contra o clube alemão ocorreria na semana seguinte, mas foi adiada por conta da pandemia e ainda não há previsão de data.


5 itens de times internacionais que todo amante do futebol vai querer ter

1- Camisa Juventus 1985 Retrô - https://amzn.to/2JeQQgo

2- Caneca Scandinavia Real Madrid - https://amzn.to/2oh7iWs

3- Porta Tênis c/ 2 divisões Manchester City - https://amzn.to/32GlAin

4- Funko Pop! Paris Saint-Germain Kylian Mbappé - https://amzn.to/2pJkLGO

5- Bola Bolsa Esportiva Barcelona - https://amzn.to/2MGSGsQ

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!