Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » VISH!

Depois de derrota da Juventus na Champions League, Andrea Pirlo perde a paciência com erros defensivos

Treinador da Vecchia Signora deixou claro a sua insatisfação com o primeiro gol sofrido

Redação Publicado em 18/02/2021, às 13h35 - Atualizado às 14h27

Pirlo, treinador da equipe principal da Juventus
Pirlo, treinador da equipe principal da Juventus - GettyImages

Andrea Pirlo demonstrou toda a sua insatisfação com a maneira como a Juventusentrou em campo contra o Porto. Depois da derrota por 2 a 1, no estádio do Dragão, pela Champions League, o treinador bianconero comentou sobre o erro defensivo no primeiro gol dos portugueses na partida da última quarta-feira, 17. 

 

O comandante italiano deixou claro que o seu time se preparou bem para a partida e não imaginava a postura negativa da equipe ao longo dos 90 minutos. Com um gol sofrido no primeiro minuto do confronto, Pirlo manifestou seu dissabor com o erro de Bentancur e Szczesny no lance do tento marcado por Taremi.

"Movemos a bola muito devagar e não éramos inteligentes o suficiente para perceber a dinâmica do jogo em que estávamos indo. Tínhamos nos preparado bem para este jogo, não era a atitude que queríamos, mas sofrer um gol no primeiro minuto quando o entregamos a eles em uma bandeja de prata tornou tudo mais difícil", disse durante a coletiva. 

Vale ressaltar que, Juventus e Porto voltam a se enfrentar e decidir uma vaga para as quartas de final da Champions League no próximo dia 9 de março, às 17h, no Allianz Stadium. Para se classificar, os bianconeros precisam evitar tomar gols em sua casa e de uma simples vitória por 1 a 0 sobre os rivais.

COMO FOI O PRIMEIRO JOGO? 

A Juventus não parece ter entrado em campo nesta quarta-feira, 17, contra o Porto. Cometendo vários erros na defesa e no meio de campo, a equipe de Cristiano Ronaldo não ofereceu perigo, viu os rivais portugueses fazerem 2 a 1 e abrirem uma vantagem importante para a partida de volta das oitavas de final da Champions League. 

O primeiro tempo para a Vecchia Signora não foi dos melhores. Andrea Pirlo entrou com uma equipe reforçada no meio de campo e tentou ter o controle do jogo, mas seus meio-campistas não tiveram uma de suas melhores atuações ao longo dos 45 minutos iniciais. 

Apesar de ter tido uma maior posse de bola, a Juve não conseguiu transformar o controle dela em chances reais de gol e ofereceu pouco perigo para a meta de Marchesín. O goleiro do Porto fez apenas uma grande defesa, depois que Rabiot acertou uma linda bicicleta.

Esse, por sinal, foi o único grande ataque da Juventus durante toda a etapa inicial. O time de Turim pagou caro pelas saídas de bola erradas e muitos toques errados. Com isso, ficou ainda mais difícil conseguir criar chances e colocar Cristiano Ronaldo em condições para chutar. 

Por outro lado, a estratégia do Porto funcionou de maneira eficiente. A equipe portuguesa utilizou os minutos iniciais para fazer uma pressão eficiente e tentar abrir o placar no começo do jogo. Dessa forma, os donos da casa conseguiram fazer 1 a 0 logo aos dois minutos, após uma falha bizarra de Szczesny e Bentancur na saída de bola. 

No lance do gol, o meio-campista uruguaio acabou errando o passe para o arqueiro polonês e a bola sobrou para Taremi, que disputou a bola com Szczesny. O atacante levou a melhor e abriu o placar no Estádio do Dragão.

Com a vantagem conquistada no primeiro tempo, veio a segunda etapa e esperava-se uma Juventus mais atenta e buscando o empate. Porém não teve nem tempo dos italianos reagirem, pois o Porto conseguiu fazer 2 a 0 com menos de um minuto de partida. 

Os donos da casa seguiram tendo mais vigor físico e isso se mostrou no lance do gol. Depois de Alex Sandro perder a bola, Wilson Manafá fez ótima jogada individual, invadiu a área e tocou para trás. Marega surgiu sozinho e bateu para o fundo do gol. 2 a 0. 

Depois de fazer o segundo gol, o Porto continuou pressionando a Juventus e não dando espaços para os rivais bianconeros. A equipe teve duas grandes oportunidades com Corona e Sergio Oliveira, mas Szczesny fez grandes defesas e evitou o que poderia ser pior para os visitantes.

Apesar de não ter se encontrado na partida, na única jogada de perigo da Juventus, no segundo tempo, Chiesa diminuiu o placar e colocou a equipe de volta na Champions. O atacante aproveitou o cruzamento de Rabiot e acertou um belo chute para colocar o 2 a 1 no placar.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!