Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » EXCLUSIVO

De olho na estreia, Tadeu planeja Goiás 'com os pés no chão' para boa campanha no Brasileirão

Vivo na disputa, Verdão se prepara para a retomada das competições nacionais a partir de agosto

Gabriela Santos Publicado em 21/07/2020, às 18h00

De olho na estreia, Tadeu planeja Goiás 'com os pés no chão' para boa campanha no Brasileirão
De olho na estreia, Tadeu planeja Goiás 'com os pés no chão' para boa campanha no Brasileirão - Rosiron Rodrigues/Goiás EC

Goleiro sensação do Campeonato Brasileiro pelo Goiás na temporada passada, Tadeu vive boa fase pelo clube. O arqueiro fez sua estreia com a camisa esmeraldina em abril de 2019 e foi destaque daquele jogo, quando defendeu um pênalti na vitória por 1 a 0 sobre o Fluminense, em pleno Maracanã.

A partida é marcante para o goleiro, que chegou ao Goiás para substituir Sidão. Tadeu se transferiu para o Verdão junto à Ferroviária, após se destacar na disputa do Campeonato Paulista do ano passado. E a temporada de estreia foi boa para o clube esmeraldino, que fez uma campanha regular e encerrou o Campeonato Brasileiro na 10ª colocação.

Para o Brasileirão 2020 que começa no final de semana dos dias 8 e 9 de agosto, por conta da pandemia de coronavírus, Tadeu vive a expectativa de repetir uma boa campanha - e até fazer melhor -, mas adotou um tom mais cauteloso. Em entrevista exclusiva ao SportBuzz, o goleiro falou em seguir o trabalho “com os pés no chão”.

“Terminamos em 10º na temporada passada e sabemos como é difícil a [disputa da] Série A. Preparados nós estamos e seguimos nos preparamos, porque sabemos que será uma competição muito apertada e nivelada. Esperamos fazer um campeonato muito bom e, se possível, melhor do que do ano passado, mas sempre com os pés no chão. Objetivo a objetivo”, disse Tadeu.

Antes da paralisação do futebol em março, o Goiás estava numa crescente evolução do trabalho em equipe. A eliminação na primeira fase da Copa Sul-Americana foi um balde de água fria para o time que focava na disputa do torneio continental.

“Tínhamos expectativas e um trabalho muito voltado para essa competição e, infelizmente, fomos eliminados logo na primeira fase”, lamentou o goleiro do Verdão.

Apesar da queda na competição continental, o Goiás segue vivo na disputa da Copa do Brasil. O time comandado pelo técnico Ney Franco venceu o Vasco por 1 a 0, fora de casa, pelo jogo de ida da Terceira Fase da competição. Mirando a disputa dos campeonatos nacionais, Tadeu destaca que a preparação psicológica também é importante para a retomada da competição, diante do atual cenário do futebol

“[A disputa] nacional tanto no Brasileiro quanto na Copa do Brasil vai ser muito apertada, devido ao calendário. Mas é sempre importante estar preparado fisicamente e, nesse período, psicologicamente também, para poder ter a competição no altíssimo nível”, continuou.

Goleiro Tadeu durante treinamento no Goiás (Crédito: Rosiron Rodrigues/Goiás EC)

 

Durante a paralisação do futebol, o período sem atividade faz falta. No entanto, Tadeu aproveitou o tempo dentro de casa para cuidar da recuperação de sua filha, a pequena Isabela, hoje com um ano, que ficou internada em março, por conta de problemas sérios de saúde.

“Para mim foi importante por conta da minha filha ter recebido alta logo quando a gente ficou em quarentena e eu pude ir para o interior do Paraná e levá-la para ter uma recuperação melhor. Para mim foi importante isso. Senti muita falta dos nossos treinos, porque a gente estava em início de temporada ainda. No início sempre tem vontade de jogar mais e treinar mais. Estava sentindo muita falta da rotina”, disse.

No início de março, Isabela foi internada em um hospital de Goiânia, com meningite viral, uma inflamação das membranas que revestem o cérebro e a medula espinhal. No dia seguinte, Tadeu entrou em campo na vitória sobre o Santo André que garantiu  o Goiás na Terceira Fase da Copa do Brasil. Após a conquista da vaga, o goleiro não conteve as lágrimas e chorou ao sair de campo.

“Foi o momento mais complicado da minha vida. Foi difícil, mas eu vi como o futebol poderia trazer um alento, uma força a mais, tanto para a minha família quanto para mim. E continuar jogando nos deu um pouco de alegria em um momento tão difícil”, lembrou Tadeu.

 

Enquanto aguarda a retomada das competições, Tadeu dá o seu recado ao torcedor esmeraldino:

“Espero que o torcedor se cuide e siga tudo o que o pessoal da saúde tem recomendado para todas as pessoas, porque temos fé que em breve as coisas vão voltar ao normal. As vacinas vão sair e as coisas vão caminhando de novo. Eu quero ver o torcedor esmeraldino bem e saudável, para poder ir ao estádio ou assistir em casa os jogos e estar sempre ao nosso lado”, concluiu Tadeu.

Enquanto aguarda a estreia no Campeonato Brasileiro, o Goiás segue sua preparação disputando jogos amistosos. Nos próximos dois sábados, o Verdão vai encarar Brasiliense e Cuiabá. Após os testes, o clube encara o São Paulo na estreia do Brasileirão. 

Outras respostas:

A pausa das competições pode atrapalhar os projetos do Goiás nesta temporada?

Antes da parada [o Goiás] estava vindo numa crescente. Tínhamos encontrado uma forma bacana de jogo, com partidas dificílimas, vencendo adversários complicados e com vitórias fora de casa. Tínhamos encaixado uma forma de jogo muito legal. Mas acredito que todas as equipes agora retornando voltam no mesmo nível e a gente tem que aproveitar os jogos antes do [Campeonato] Brasileiro, para nos deixar em ritmo e iniciar bem a competição e fazer uma pontuação muito boa logo no início e trabalhar projetando um campeonato difícil que vai ser e ter uma sequência boa.

Como você encara o futebol em meio à pandemia? Você teme alguma coisa?

Primeiro que no clube eu me sinto muito seguro porque tem seguido à risca todos os protocolos. Receio a gente tem de quando houver as viagens, por conta dos deslocamentos e aeroportos, e não temos garantia de que todas as pessoas estarão cuidadas e saudáveis. Mas temos que enfrentar e sempre com muita fé de que nada vai nos acontecer.

Aprendeu algo novo durante esse tempo de paralisação?

Eu sou um cara que sempre valorizei a minha família e o bem-estar dos meus familiares. Acho que isso tem trazido essa lição: que temos que valorizar a nossa vida, a nossa saúde e das pessoas que amamos, tem que se cuidar sempre e cuidar de quem a gente tanto ama, e com certeza do próximo. Ajudar o máximo de pessoas possíveis, que necessitam. Mais uma vez, mostrar para todas as pessoas que somos todos iguais e que uma pandemia como essa não escolhe raça, cor, idade, se é bonito ou feio. Então, somos todos iguais e espero que essa pandemia mostre isso à todas as pessoas que não enxergam isso e que acreditam que seja de outra forma. Eu sempre pensei nisso e a valorização da vida é importantíssima.

O que te motiva a seguir dentro de campo?

Minha família sempre foi o meu maior motivo para estar jogando. É claro que o meu sonho de menino ele ainda vive dentro de mim. Mas o meu principal motivo é a minha família, em especial a minha filha. Todos os dias tento fazer o meu melhor para oferecer o melhor para ela.

Qual será o maior desafio do futebol até a normalização do esporte?

O maior desafio vai ser todo mundo se cuidar e seguir todos os protocolos. Porque acreditamos que as coisas vão começar a trilhar um caminho bom novamente. Então, um desafio gigante é todo mundo estar bem cuidado e fazendo a sua parte para que o futebol possa continuar nessa retomada e não haver mais paralisações.


5 eletrônicos para esportes que prometem facilitar a sua vida

1- Relógio Inteligente Mi Band 4 Xiaomi - https://amzn.to/326G0jZ

2- Câmera Hero 7 Black à Prova D’água 12MP 4K Wifi, GoPro - https://amzn.to/2VwxKY5

3- Fone de Ouvido Xiaomi Redmi Air Dots Com Bluetooth - https://amzn.to/325xcLo

4- Aparelho Abdominal Eletrico Músculo 6 Pack Ems Estimulador - https://amzn.to/2B2Vhq8

5- Cronômetro Digital Incoterm - https://amzn.to/2nyvmUc

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!