Sportbuzz
Testeira
Futebol / COMPLICADO

Cruzeiro não quita dívida por Arrascaeta, e Fifa impede clube de registrar jogadores

Cruzeiro teve até a última segunda-feira, 28, para fazer o pagamento da dívida por Arrascaeta

Redação Publicado em 30/06/2021, às 14h07

Arrascaeta na época em que era jogador do Cruzeiro, com a camisa do clube - GettyImages
Arrascaeta na época em que era jogador do Cruzeiro, com a camisa do clube - GettyImages

O Cruzeiro até teve a oportunidade de se livrar da punição da Fifa, mas não deu. A equipe mineira tinha até está segunda-feira, 28, para fazer o pagamento da dívida por Arrascaeta, mas o prazo passou, e o clube não depositou o valor, resultando no bloqueio de registros de atletas.

O valor que deveria ser pago pelo Cruzeiro era de R$ 7 milhões ao Defensor, do Uruguai, pela compra do meia Arrascaeta, em 2015. Dessa forma, a Fifa enviou a notificação da punição para a CBF e para o Cruzeiro nesta quarta-feira, 30, e o transfer ban já está valendo.

No entanto, a punição por parte da Fifa era prevista, já que a Raposa não reuniu condições para realizar o pagamento dentro do prazo. Por conta disso, o Cruzeiro correu para anunciar contratações e regularizar os reforços nos últimos dias.

Na última semana, por exemplo, o Cruzeiro anunciou a chegada dos laterais Norberto e Jean Victor, do zagueiro Rhodolfo, e dos atacantes Wellington Nem, Keké e Eduardo. Porém, com o prazo do pagamento vencendo, nesta terça-feira, 29, ninguém foi registrado no BID pelo clube.

Punição recorrente

Vale lembrar que esta não é a primeira punição que o Cruzeiro recebe da Fifa. No ano passado, a equipe mineira começou a Série B do Brasileirão com menos seis pontos depois de não pagar a dívida com o Al Wahda, pelo empréstimo de seis meses do volante Denilson.

Além disso, no mesmo ano, a equipe foi impedida de registrar novos atletas em setembro, mas dessa vez foi por conta de dívida com o Zorya, da Ucrânia, pela compra do atacante Willian, em 2014.

Na oportunidade, o clube ficou quase dois meses sem poder regularizar nenhum jogador até confirmar o pagamento e ter a punição cancelada.

Ainda no ano passado, o Cruzeiro foi punido pela Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD), por não repassar de parte do valor da venda do zagueiro Bruno Viana, em 2017, ao Olympiacos, da Grécia.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!