Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » EITA!

Cruzeiro: Lisca abre o jogo sobre provocação a Fábio

Lisca protagonizou alguns momentos polêmicos contra Fábio e Cruzeiro no estadual

Redação Publicado em 20/05/2021, às 16h16 - Atualizado às 17h11

Lisca relembrou polêmica com Cruzeiro e Fábio
Lisca relembrou polêmica com Cruzeiro e Fábio - Mourão Panda / América

Lisca é um dos grandes personagens do futebol brasileiro. Sempre fazendo valer o apelido de "doido", o treinador do América Mineironão foge de polêmica e, de vez em quando, aproveita para colocar o seu instinto provocador, principalmente contra Cruzeiroe o goleiro Fábio

Para quem não se lembra, na primeira partida das semifinais do Campeonato Mineiro, Coelho e Raposa se encontraram. A rivalidade acabou sobressaindo e Lisca foi destaque numa discussão com Fábio, além de algumas provocações com o Cruzeiro durante os 90 minutos. 

Em entrevista para o "Seleção SporTV", o treinador do América Mineiro comentou sobre a polêmica com o goleiro da Raposa e fez questão de dizer que não houve nada de mais. Lisca utilizou como exemplo o segundo jogo, quando não existiu qualquer tipo de problemas entre ele e os jogadores do Cruzeiro. 

"O Fábio é um mito. O Cruzeiro saiu na frente e na comemoração, ele deram uma provocada. Normal. Nós fizemos o gol e eu também fiquei no direito de olhar para o banco de lá. Tudo é do jogo, não tem ofensa. É tudo tentando desestabilizar os caras. O jogo da volta foi tranquilo, não teve nada. Eu já discuti com jogadores e depois trabalhei junto. Isso faz parte do nosso trabalho. Não pode ter xingamento, ofensa à honra", afirmou. 

Ainda sobre a polêmica com o Cruzeiro, Lisca comentou que, por causa do apelido de "doido" e de suas brincadeiras, ele sofre com algumas críticas:"Quem tem fama deita na cama. Essa minha fama de doido é duro pra mim e quando aparece uma escorregada, os caras focam".

Além disso, ele fez questão de valorizar o trabalho de Conceição, que atualmente dirige o Cruzeiro. Em 2020, quando Lisca assumiu o América, quem comandava o time anteriormente era o comandante da Raposa e o técnico do Coelho destacou que muito do seu sucesso no time alviverde foi por causa de Felipe. 

"Eu cheguei aqui (América) de um trabalho herdado pelo Felipe Conceição. E eu cheguei aqui com um trabalho muito bem feito, com conceitos de jogo moderno, jogadores escolhidos por ele junto com a diretoria, dentro do modelo que ele já tinha estabelecido um ano antes. E eu dei sequência, a gente cresceu muito, e se nesse momento se o América está forte, o Felipe tem muita participação nisso", finalizou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!