Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » POLÊMICA!

Cruzeiro emite nota de repúdio após declarações de ex-presidente sobre Dedé: "Absoluta falta de respeito"

Raposa se pronunciou e disse que o ex-mandatário se quer tem respaldo médico para estas declarações

Pedro Ungheria Publicado em 18/02/2020, às 10h17

Clube mineiro passa por um momento de muita instabilidade financeira
Clube mineiro passa por um momento de muita instabilidade financeira - Divulgação

Tendo em vista a repercussão que o vídeo que viralizou nas redes sociais do ex-presidente Wagner Pires de Sá, o Cruzeiro resolveu publicar uma nota oficial dando um parecer sobre o assunto. 

Além de reiterar o fato de que o ex-mandatário não tem mais vínculo nenhum com o clube e que suas falas não condizem com o posicionamento da Raposa, chegaram a tratar o assunto como uma absoluta falta de respeito com o aleta. 

Por fim, reforçou a ideia de que não existe fundamento médico algum nas falas de Wagner, quando diz que o zagueiro não passa em nenhum exame, devido as cirurgias que já fez. 

Veja a nota na integra: 

"O presidente em exercício, José Dalai Rocha, e o Núcleo de Gestores que administra o Cruzeiro Esporte Clube vêm a público manifestar repúdio às declarações do ex-presidente Wagner Pires de Sá divulgadas nas redes sociais nesta segunda-feira, 17, sobre o atleta Dedé, em absoluta falta de respeito ao jogador que defende o Clube.

Obviamente, o ex-presidente, que renunciou ao cargo em dezembro, não fala em nome do Cruzeiro Esporte Clube. Além disso, a opinião por ele externada não tem nenhum respaldo médico, pois se Dedé está apto a jogar pelo Cruzeiro, pode atuar em qualquer clube do mundo", dizia a publicação.

ENTENDA O CASO!

Recentemente, um vídeo tomou conta das redes sociais! O ex-presidente do Cruzeiro, Wagner Pires de Sá aparece falando um pouco sobre situações que o incomodam no futebol brasileiro. Uma delas, de acordo com as imagens, é o formato dos pagamentos dos jogadores.

Para exemplificar a situação, ele usou como exemplo o caso de Dedé, no Cruzeiro. Em suas falas, Wagner revela que o jogador recebeu cerca de R$50 milhões sem ao menos estar jogando. Devido as lesões, o zagueiro ficou aproximadamente um ano e meio afastado para cuidar das lesões que o assombraram.

“Como que você pega um cara ganhando R$ 1 milhão? O Dedé ficou um ano e meio parado, ganhando R$ 800 mil. Claro (que continua recebendo mesmo lesionado), não para de ganhar. Não é igual INSS, que o cara fica doente e vai para o INSS ganhar salário mínimo. O time paga. Ele ganhou mais de R$ 50 milhões sem jogar”, disse ele.

Ainda no assunto, Pires deixou claro o motivo, em sua concepção, que faz com que Dedé não seja negociado. Neste momento, ele chegou a dizer que o que costuma travar as negociações são as diversas lesões que o craque tem no currículo.

“E se for vender, não vende. Primeiro que ele é todo "f...", não passa no exame médico. O futebol brasileiro é este”, disse o ex-dirigente.

ESCLARECIMENTO!

Após o vídeo ter tomado conta das redes sociais e das mídias esportivas, o ex-presidente da Raposa se retratou em uma entrevista para o Globo Esporte. Nas mesma, Wagner afirmou que a conversa foi editada e classificou o defensor como um jogador excepcional e um dos melhores em sua posição.

“Eles editam a conversa. Eu estava dizendo que nós gastamos dinheiro com o Dedé e não teve jeito de ter o retorno porque não pudemos nem vender. Eu o tenho em muito boa conta. É muito amigo. Eu digo é que, às vezes, você contrata um jogador e, por uma infelicidade, ele fica parado e a gente gasta muito dinheiro”, afirmou.

"A palavra foi errada. O certo é que se ele fizer um exame, costuma não passar, por conta das várias cirurgias que ele passou. Mas é um jogador excepcional, o tenho em alta conta e não tenho nada contra ele. É um dos melhores da posição dele", completou.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!