Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » SERÁ?

Cruzeiro campeão no centenário e dívida reduzida em R$200 milhões: Presidente da Raposa abre o jogo sobre futuro do clube

Sergio Santos Rodrigues deu detalhes do planejamento da Raposa para a temporada de 2021

Redação Publicado em 16/02/2021, às 14h35

Sergio Santos Rodrigues em ação
Sergio Santos Rodrigues em ação - Bruno Haddad / Cruzeiro / Fotos Públicas

O Cruzeiroiniciou 2020 com uma dívida total de um bilhão de reais e com sua falência praticamente declarada. Além disso, teve de superar uma temporada sem o acesso para a série A do Brasileirão e também um ano com uma pandemia que prejudicou as finanças do clube. 

Mesmo assim, a Raposa conseguiu diminuir essa dívida bilionária para R$800 milhões. Quem revelou essa drástica redução nas contas foi Sérgio Santos Rodrigues em entrevista para o jornal "O Globo", onde deu maiores detalhes dessa difícil missão de reduzir os débitos do time celeste. 

"Sobre a dívida, muitos acordos que fizemos foram no último trimestre. Então, na parcial que a gente soltou, eles não tinham saído ainda, e aí a dívida estava na casa do bilhão. Quando publicarmos os acordos todos, creio que vamos fechar com uns R$ 800 milhões de dívida", contou. 

"Em números absolutos, a dívida tributária caiu R$ 170 milhões. Teve acordo com Fred, (economia de) R$ 50 milhões. Dodô e Marquinhos Gabriel, somados, uns R$ 10 milhões (de economia). A gente estima que a nossa gestão, entre negociações e dívidas pagas, bateu R$ 250 milhões a menos. O Cruzeiro vai estar melhor em balanço do que muito time da Série A. Vamos reduzir custos e endividamento geral", seguiu. 

O presidente do Cruzeiro também não deixou de acreditar que o clube pode sim ser campeão na temporada de 2021, ano de seu centenário. Mesmo que haja grandes obstáculos para que esse desejo seja realizado, Sergio Santos acredita que é possível sonhar com um troféu na temporada.

 "Evito ao máximo a futurologia. Se a gente pegar exemplos passados, cada um teve particularidade. O Atlético caiu em 2005 e foi ganhar título só em 2013. O Inter caiu num ano e no outro foi para a Libertadores. Quando o Cruzeiro vai ganhar um título? Pode ser este ano. Por que o Cruzeiro, no ano do centenário, não pode ganhar?", afirmou.

Ele ainda finalizou e destacou o planejamento para 2021: "Mas a gente trabalha com pé no chão. O objetivo é a Série A. Claro que eu quero ganhar. Mas não tenho obrigação. Na Copa do Brasil, vamos uma fase de cada vez. A meta na Série B é subir. Não precisa ser campeão".


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!