Sportbuzz
Testeira
Futebol / EXCLUSIVO

Cria do Flamengo, Diego Maurício fala de adaptação no Catar e aponta rubro-negro favorito na Libertadores

Em entrevista exclusiva ao SportBuzz, Diego Maurício contou sobre sua passagem pelo Al-Shahaniya, do Catar

Gabriela Santos Publicado em 11/11/2021, às 13h42

Diego Maurício, pelo Odisha FC - YouTube
Diego Maurício, pelo Odisha FC - YouTube

Cria do Flamengo, o atacante Diego Maurício iniciou sua passagem pelo Al-Shahaniya, do Catar, depois de se despedir do Odisha, da Índia, na última temporada. Em entrevista exclusiva ao SportBuzz, o jogador brasileiro falou de sua adaptação ao clube catari.

“A oportunidade (de atuar no Catar) surgiu porque o treinador aqui da equipe se interessou por mim, vendo a minha última temporada, me ligou e fez o convite. Confesso durante um mês fiquei meio receoso de vir para cá e mudar de país mais uma vez. Creio que fiz a escolha certa e estou muito feliz com o clube, com todos os jogadores, diretoria e também com país que é perfeito para viver”, disse o atacante.

 

“Estou muito satisfeito e espero fazer muitos gols pra ajudar a equipe na atual temporada”, completou.

Em 2020, ele chegou a ser contratado pelo CSA para disputar o Campeonato Alagoano e a Série B do Campeonato Brasileiro, mas deixou o clube em agosto para ir para o futebol indiano. Pelo Odisha, fez uma das melhores temporadas da carreira. 

“A minha temporada (no Odisha) foi muito boa. Foram 20 jogos, 12 gols e duas assistências. Foi uma temporada cheia de momentos bons”, avaliou o atacante.

“Avalio como uma passagem muito positiva, e acredito que fiz tudo o que podia, dei o meu melhor”, acrescentou.

Diego Maurício acumula passagens por times do Brasil, Rússia, Portugal, Arábia Saudita, Tailândia, Coreia do Sul, China e Índia. Com experiências em muitos países, o atacante conta que no futebol sul-coreano, onde defendeu o Gangwon e o Busan IPark, viveu a melhor fase da carreira.

Em 2010, foi um dos artilheiros do Flamengo na temporada e marcou o gol que ajudou a equipe a não ser rebaixada.

Longe do Brasil, Diego Maurício acompanha o futebol nacional. Questionado sobre a final da Libertadores, entre Flamengo e Palmeiras, ele respondeu:

“A minha aposta e na vitória do Flamengo na final da libertadores”, apontou.

Outras respostas

Qual foi o time mais difícil que enfrentou no Catar?

“Para dizer o mais difícil agora é um pouco complicado. A temporada acabou de começar e ainda não joguei contra todas as equipes. Mas sobre um jogo que eu já gostei da minha performance foi contra a equipe Al Wabb, quando eu pude fazer dois gols e ajudar a equipe sair vitoriosa.”

Como está sua adaptação ao país?

“A minha adaptação está sendo ótima, o país é maravilhoso. Dificuldade ainda não tive por que o país lhe oferece tudo. A surpresa, se é que posso dizer assim, é que o país é melhor do que eu imaginava.”

Se houvesse proposta de voltar ao futebol brasileiro, seria sua prioridade?

“No momento, estou muito feliz aqui e espero seguir por aqui, mas não podemos nunca falar que não voltaria ao Brasil.”

Qual foi o melhor país para sua carreira?

“Tive muitos momentos bons na Coreia, onde fiquei quatro anos lá. Mas a minha última temporada (na Ínndia), com certeza, foi a minha melhor temporada fora do Brasil.”

Como é sua relação com o Flamengo?

“Tenho uma relação de gratidão. Foi o clube que me formou e que me deu a oportunidade de me tornar um atleta profissional.”


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!