Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Futebol / LAMENTÁVEL!

Corinthians x Boca Juniors: torcedores são presos após gestos racistas

Partida Corinthians x Boca Juniors foi marcada pelos gestos dos torcedores argentinos, que além de imitarem macacos, fizeram alusão ao nazismo

Redação Publicado em 29/06/2022, às 07h22

Corinthians x Boca Juniors tem novo caso de racismo - GettyImages
Corinthians x Boca Juniors tem novo caso de racismo - GettyImages

A partida entre Corinthians x Boca Juniors, realizada na noite desta terça-feira, 28, na Neo Química Arena, ficou marcada além do pênalti perdido por Róger Guedes ainda no primeiro tempo. Um novo caso de racismo, e dessa vez também de gestos nazistas foram registrados no estádio, com pelo menos três torcedores sendo presos.

Os argentinos foram levados ao Jecrim (Juizado Especial Criminal), localizado dentro da Neo Química Arena. De acordo com o delegado Cesar Saad, da Delegacia de Repressão e Análise aos Delitos de Intolerância Esportiva (DRADE), dois torcedores foram filmados imitando gestos de macaco em direção à torcida do Corinthians.

Canal - SportBuzz

Segundo ele, os torcedores foram enquadrados no crime de injúria racial, e terão que pagar a fiança de R$ 20 mil para poder responder o processo em liberdade. Além desse caso, outro membro da torcida do Boca Juniors foi flagrado fazendo uma saudação nazista. O delegado informou, em um primeiro momento, que o torcedor seria enquadrado em apologia ao crime.

Nesse caso, o crime cometido por ele é inafiançável, sendo que o argentino até chegou a dizer que estava somente mandando beijos aos corintianos, mas não foi isso que as câmeras registraram. Depois da apuração por parte dos órgãos responsáveis, ficou decidido que o argentino também seria enquadrado no crime de racismo, com a fiança de R$ 20 mil.

Corinthians x Boca Juniors na partida da Libertadores
Corinthians x Boca Juniors na partida da Libertadores (Crédito: GettyImages)

Dois torcedores do Boca Juniors, um deles que era familiar de um dos presos, se comprometeu a pagar a fiança do que imitou gestos de macaco e do homem que fez a saudação nazista. A dupla, junto com o torcedor que não terá a fiança paga, foi encaminhada para o Centro de Detenção Provisória Pinheiros 3.

A liberação de ambos que tiveram a fiança paga vai acontecer somente na abertura do expediente bancário, por volta das 10h (horário de Brasília) da manhã desta quarta-feira, 29. Além deles, outros três torcedores do Boca Juniors foram detidos e levados ao Jecrim (Juizado Especial Criminal), mas horas depois do jogo entre Corinthians x Boca Juniors foram liberados.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!